"Reabrir as escolas é um desafio, mas com a maioria do público vacinado teremos mais segurança", diz a secretária de Educação de Santa Cruz, Cleciana Alves

Plano de Retorno das Aulas Presenciais foi apresentado 
para a população por meio de coletiva de imprensa


Nesta terça-feira (14), a secretaria de Educação de Santa Cruz do Capibaribe realizou uma coletiva de imprensa para apresentação do Plano de Retorno das Aulas Presenciais na Rede Municipal de Ensino. Antes previsto para a metade de setembro, o retorno das turmas para as salas de aula agora deve acontecer a partir de 18 de outubro.

Em entrevista ao repórter Jairo Gomes, a secretária de Educação Cleciana Alves afirmou que, além das atuais reformas acontecendo nas escolas, outro fator para a mudança de data é a vacinação tanto dos professores, quanto dos alunos. "Constatamos que cerca de 182 profissionais ainda não haviam sido completamente vacinados. Destes, 122 são professores, que estarão diretamente dando aula para nossos jovens. Com isso, vamos iniciar uma convocação para que estes profissionais sejam completamente imunizados, e além disso, a vacinação do público jovem está começando, e até o início da volta às aulas teremos boa parte dos nossos estudantes com a primeira dose aplicada", explicou. "É um desafio para nós no quesito sanitário, mas quando temos o público que vai frequentar as escolas na sua maioria vacinados, começaremos com mais segurança."

O Plano de Retorno conta também com a participação das Secretarias de Saúde e Serviços Públicos, e Cleciana destacou a importância da parceria dos três setores. "É um trabalho de muitas mãos, com essas secretarias contribuindo o tempo todo. Temos uma ação conjunta, articulada e organizada para dar conta do combate a covid-19 e cuidar da volta às aulas das nossas crianças."


Durante a coletiva, também foi explicado que as reformas necessárias para as adequações das escolas serão feitas através de recursos próprios. "A Prefeitura conta com uma equipe financeira séria, que realizou todo um planejamento para que possamos realizar essas ações com organização e previsão. Encontramos o município com muitas dívidas, e passamos quatro meses tendo que organizar a casa. Agora podemos trabalhar de forma planejada para que possamos quitar esses compromissos sem surpresas no futuro", destacou a secretária.

As aulas presenciais retornarão de forma híbrida, com determinadas turmas retornando por semana. No dia 18 de outubro, voltam para às salas de aula os alunos da EJA e do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), após isso no dia 25, é a vez do Ensino Fundamental I (1º ao 5º), e por fim, no dia 3 de novembro, voltam os alunos do Ensino Infantil. Com as reformas necessárias ainda acontecendo, algumas das escolas municipais ainda não deverão retornar nessas datas, permanecendo no formato remoto. Com isso, Cleciana afirmou que os alunos que continuarem de forma virtual, terão seu Kit Merenda garantidos até que as aulas presenciais retornem. "Nós já queremos começar ofertando uma merenda de qualidade, além de um ambiente climatizado e adequado para todos. Os portadores de alguma deficiência estão recebendo atenção especial e serão sempre valorizados e respeitados, voltando para as salas de aula com cuidadores especializados, tais cuidadores estão estagiando em nosso município, e muito em breve teremos novos recursos disponíveis para ampliarmos ainda mais nossa inclusão", destacou.

Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado