No dia do aniversário de morte de Miguel Arraes, Marília propõe Programa Chapéu de Palha Nacional

O projeto homenageia o ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, que faleceu há exatos 16 anos

Acervo JC

A valorização do trabalhador rural e do agricultor familiar sempre foi um dos focos do mandato da deputada federal Marília Arraes (PT-PE). Com o objetivo de promover políticas públicas de incentivo financeiro e educacional para esse público, a parlamentar apresentou, na Câmara dos Deputados, o Programa Chapéu de Palha Nacional. A proposição do projeto é uma homenagem ao ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, que faleceu há exatos 16 anos. Inspirado no Programa Chapéu de Palha, criado por Arraes, que mudou a vida de milhares de trabalhadores rurais do estado a partir da década de 1980, o programa apresentado por Marília tem o objetivo de conceder um benefício de até R$ 300 por família cadastrada, além de oferecer cursos de alfabetização e de capacitação nas áreas de saúde preventiva, meio ambiente, geração de renda, economia familiar e reforço alimentar. Além dos trabalhadores rurais, o programa contempla agricultores familiares, pescadores artesanais, marisqueiros, trabalhadores da cana-de-açúcar e da fruticultura irrigada.

"É fundamental destacar o sucesso de políticas como o Chapéu de Palha aqui em Pernambuco e seus resultados econômicos e sociais, como a valorização da educação. Estender esse programa para combater os efeitos do desemprego, sazonal ou não, aos trabalhadores espalhados pelo país é essencial para aumentar as estratégias de combate à pobreza extrema", afirma Marília.

Segundo dados do Cadastro Único para Programas Sociais, cerca de 13,2 milhões de brasileiros que vivem no meio rural lutam contra a situação de pobreza ou de extrema pobreza. As regiões Norte e Nordeste abrigam 82% dessas famílias, sendo 8% desse número em Pernambuco. Vale ressaltar que o papel dessas pessoas durante a pandemia da Covid-19 foi fundamental para a continuidade da produção de alimentos em todo o país. "É reconhecendo a necessidade de aumentar as estratégia de combate à pobreza que pretendemos instituir o Programa Chapéu de Palha Nacional. É também uma forma de homenagear o sucesso do programa iniciado pelo ex-governador Miguel Arraes aqui em Pernambuco", ressalta.

Miguel Arraes e o Programa Chapéu de Palha

A relação do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, com os trabalhadores rurais sempre foi de muita parceria. Sempre que visitava uma cidade do interior, Arraes fazia questão de visitar os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais do município, onde sempre era muito bem recebido.

Criado a partir da década de 1980, o Programa Chapéu de Palha passou a garantir uma renda alternativa para o trabalhador rural durante o período da entressafra.

Dezesseis anos sem Miguel Arraes

Este 13 de agosto de 2021 marca os 16 anos da morte de Arraes, um dos mais importantes líderes políticos de Pernambuco e do Brasil. "Arraes sempre será lembrado pelo seu trabalho, exemplo e trajetória em defesa do nosso Estado, da Democracia, dos direitos de nosso povo e da luta por justiça social", afirma Marília.

"Arraes inspirou o início da minha militância política, por isso toda as minhas decisões são pautadas na responsabilidade de seguir os seus passos de coerência. Minha maior homenagem para ele é continuar a sua luta de justiça e transformação social", finaliza.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado