Líderes caminhoneiros negam manifestação: 'Sérgio Reis não nos representa'

SERGIO REIS - Imagem: Divulgação/Instagram

Colunista do UOL

A afirmação do cantor Sérgio Reis de que está organizando uma manifestação de caminhoneiros para o dia 7 de setembro em apoio ao presidente Jair Bolsonaro foi desmentida pelas principais lideranças da categoria. "A gente desconhece as pessoas que estão ao lado dele", diz Plinio Dias, presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Carga (CNTRC)."Sérgio Reis não representa nem os artistas, quanto mais os caminhoneiros".

Áudios enviados a grupos de aplicativos de mensagens afirmam que a manifestação terá um objetivo adicional: a destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal. A movimentação principal será em Brasília, mas vai acontecer também em outras cidades.

Segundo Dias, a preocupação dos líderes da categoria é com as melhorias de condições de trabalho e não com pautas políticas. Ele contou que houve reunião na tarde de ontem no Porto de Santos com a participação nove lideranças nacionais para tratar da situação dos motoristas autônomos e todos os presentes foram contrários ao ato do dia 7 de setembro "Ninguém conhece esse tal de Zé Trovão e esse tal de Chicão Caminhoneiro, que aparecem nos áudios de WhatsApp convocando para a manifestação", afirma o presidente do CNTRC. "Os caminhões que vão participar são bancados pelo agronegócio".

Mesmo representantes da categoria que já apoiaram Bolsonaro desmentem que os caminhoneiros vão participar de manifestação nesse dia. É o caso de Wallace Landim, o Chorão, presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava). "Não nos envolvemos com política, nem a favor de governo ou contra governo, nem a favor do STF ou contra o STF", diz ele. "Quero deixar claro que não participamos disso"

Chorão denuncia também que organizadores do ato estão mandando mensagens por aplicativos com pedido para depositar dinheiro para a organização. Ele pede que os motoristas de caminhão não façam isso. "Não depositem dinheiro na conta de malandro. Esses caras que estão chamando para manifestação nunca participaram de reunião em Brasília em favor da nossa profissão", acusa.

O presidente da Abrava faz duras críticas a Sérgio Reis. "Como deputado federal ele nunca subiu na tribuna para falar a favor dos caminhoneiros, nem na greve de 2018 nos apoiou. Ele é a favor do agro, que é contra o nosso piso mínimo do frete", recorda.

O deputado federal Nereu Crispim (PSL-RS), presidente da Frente Parlamentar dos Caminhoneiros e Celetistas divulgou vídeo criticando o ato anunciado pelo cantor sertanejo. "Os caminhoneiros não são massa de manobra e não vão participar no dia 7 de setembro desse movimento canalha patrocinado pelo senhor Sérgio Reis, que está insuflando inclusive alguns que se dizem caminhoneiros", esbraveja o parlamentar.

"Senhor Sérgio Reis, você é um canalha, devia estar buscando uma maneira de resolvermos o problema da fome no Brasil, o problema de dar dignidade à população brasileira, não atuar para beneficiar o setor do agronegócio que explora o caminhoneiro", critica Crispim. "Não participe desse movimento que está para beneficiar um grupo de pessoas que não querem perder as suas vantagens. Nossa pauta é outra".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado