Estados Unidos anunciam doação de vacinas anti-covid para o Brasil

Estados Unidos enviarão doses dos imunizantes da Moderna, Pfizer e Johnson & Johnson e AstraZeneca para países da América Latina, incluindo o Brasil

CB Correio Braziliense

(crédito: AFP / Brendan SMIALOWSKI)

O governo dos Estados Unidos anunciou, nesta quinta-feira (3/6), que o Brasil foi incluído na lista de países que irão receber parte do primeiro lote de doação de vacinas contra a covid-19.

Ao todo serão 80 milhões de doses da vacina. 25 milhões serão distribuídas no primeiro lote, e ao menos 19 milhões das doses serão alocadas pelo Covax, o consórcio da Organização Mundial da Saúde. As doses da AstraZeneca, Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson devem ser distribuídas até o final de junho.

Dessas, 6 milhões de doses irão para América do Sul e Central: Brasil, Argentina, Colômbia, Costa Rica, Peru, Equador, Paraguai, Bolívia, Guatemala, El Salvador, Honduras, Panamá, Haiti, Comunidade do Caribe e República Dominicana.

Outras 7 milhões para a Ásia: Índia, Nepal, Bangladesh, Paquistão, Sri Lanka, Afeganistão, Ilhas Maldivas, Malásia, Filipinas, Vietnã, Indonésia, Tailândia, Laos, Papua Nova Guinea, Taiwan, e as Ilhas do Pacífico. Por fim, 5 milhões irão para a África, distribuídas entre os países selecionados em coordenação com a União Africana.

As outras 6 milhões de doses disponíveis neste primeiro lote serão distribuídas entre parceiros regionais dos americanos como o México, Canadá, a Coreia do Sul, Cisjordânia, Gaza, Ucrânia, Kosovo, Haiti, Geórgia, Egito, Jordânia, Iraque, Iêmen e para os trabalhadores da linha de frente das Nações Unidas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado