DECISÃO DA JUSTIÇA ELEITORAL MANTÉM O RESULTADO DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS EM FREI MIGUELINHO

Prefeita Adriana Assunção

A Justiça Eleitoral julgou uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral, movida contra representantes da Coligação União, Trabalho e Progresso, cujo teor, tratava-se de uma suposta captação ilícita de votos, ocorrida durante a campanha eleitoral para as eleições municipais em Frei Miguelinho.

Nos autos, a parte autora apontava outras alegações de anormalidades no decorrer do processo eleitoral. Durante as investigações não foram comprovadas as irregularidades citadas. Sem provas ou evidências robustas de irregularidades, o Juiz da 46° Zona Eleitoral, Dr. Sólon Otávio de França Júnior, julgou improcedente o pedido de cassação do mandato da prefeita eleita, Adriana Assunção PSB.

O Blog do Alberes Xavier, apurou que o processo foi extinto por insuficiência de provas e a decisão das urnas fica mantida no município de Frei Miguelinho. (Blog do Alberes Xavier)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz