Até qualquer dia

Por Zé Minhoca

Hoje, com a partida de Josemar “Bazoca”, a minha querida; doce e quente Caraúbas amanheceu triste e sombria.  Amigo de infância, “Bazoca”, Vereador reeleito nas últimas eleições, (este, seria o quinto) fez dos seus mandatos um verdadeiro sacerdócio.  Serviu, sem se servir! Bom caráter, e de bom coração, colocava as necessidades do povo, principalmente dos mais carentes, como prioridade. Dedicava-se aos pobres e aos mais necessitados, esquecendo-se, até, da própria família. Testemunhei (e aprendi com ele), por dezenas, centenas de vezes, a sua luta e o seu empenho em ajudar quem o procurava. Com sua voz rouca e um sorriso permanente no rosto, “Bazoca” sempre tinha uma solução para os problemas que lhes eram apresentados. No trajeto, que fazia duas vezes por semana, entre Caraúbas/Campina Grande/Caraúbas, além de minimizar o sofrimento dos doentes que acompanhava, ele edificou e solidificou muitas amizades. “Lapa”, você fará falta, não somente à sua família e às centenas de amigos, mas você, também fará falta, e muita falta, aos pobres e carentes de ajuda!

Até qualquer dia Bazoca!      

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS