Adeus Neguinho de Totó!

Por Zé Minhoca 


“Neguinho de Totó”, notabilizou-se, no final da década de 60, até meados da década de 70 do século passado, como atleta do Ypiranga, onde foi, ao lado de Toinho Néo e Jonas Inácio,  uma das estrelas mais reluzentes do nosso futebol amador.  Pessoalmente, tive o privilégio e o prazer de ser seu companheiro de Equipe, por vários anos.

Fica o registro histórico, de ter sido ele, o primeiro atleta santa-cruzense a jogar em uma Equipe do futebol profissional, pois atuou (por pouco tempo, é verdade), no Treze Futebol Clube, o conhecido “Galo da Borborema”, da cidade de Campina Grande, Paraíba.

“Neguinho de Totó” criou fama também, ao instalar e manter por muitos anos, aqui em nossa cidade, o famoso “Restaurante de Neguinho da carne-de-sol”, onde além da boa comida que servia, com simpatia e cordialidade, atendia a todos contando “causos e causos” da nossa vida política; social e esportiva.

Há cerca de quinze dias atrás, juntamente com o amigo Marcos Aleixo, eu o visitei e mesmo se dizendo “adoentado”, demos boas; grandes e sonoras gargalhadas, relembrando do tempo em que defendíamos o glorioso (hoje, nem tão glorioso assim) Ypiranga, especialmente das grandes partidas enfrentadas com o Central, no antigo Estádio Pedro Victor, em Caruaru, hoje, Lacerdão, bem como em Surubim e em Altinho, que eram dos nossos maiores e mais ferrenhos adversários, e onde, além de partidas extraordinárias que realizamos, aconteceram brigas homéricas, mas, felizmente,  sem  maiores consequências, tudo em  nome da honra e do orgulho  da nossa gente e da nossa gente.

Adeus, Neguinho de Totó! Até qualquer dia!

Vereador Zé Minhoca

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Dispensa comentários