Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz



A morte do ex-vereador Fernando Aragão, 69 anos, de Santa Cruz do Capibaribe, hoje, aumentando as estatísticas da pandemia do novo coronavírus, pode gerar o efeito tupiniquim Eduardo Campos na sucessão naquele importante município do polo de confecções do Agreste. Considerado favorito na corrida pela Prefeitura, hoje nas mãos do tucano Edson Vieira, Aragão, que ficou internado por quase 30 dias num hospital de Caruaru, deve ser substituído na disputa pelo filho Fábio Aragão, jovem empresário de confecções.

"É o melhor nome e ali podemos ter a repetição do efeito Eduardo. A comoção da população, que perdeu um grande líder político, amado pelo povão, vai levar seu filho Fábio a entrar no pleito com chances reais de ser eleito. O mesmo que ocorreu com Paulo Câmara, logo após a morte de Eduardo, quando se elegeu governador derrotando o favorito Armando Monteiro, se dará em Santa Cruz. A eleição de Fábio será uma homenagem que o povo prestará ao pai", antecipa o presidente estadual do PP, deputado federal Eduardo da Fonte.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS