Gratuidade na conta d’água é benefício direto para famílias mais pobres, diz Eduardo da Fonte


O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) enviou ao governador Paulo Câmara um pedido para ampliar a isenção da tarifa de água e esgoto. Na proposta apresentada pelo deputado, famílias com renda de até 2 salários mínimos não pagariam a tarifa. Famílias com renda entre 2 e 3 salários mínimos também seriam beneficiadas e ganhariam um desconto de 50% na conta. 

O deputado destaca que muitos consumidores são autônomos, informais ou estão prestes a perder o emprego. A medida é sugerida para valer enquanto durar o estado de calamidade pública da pandemia do novo coronavírus. 

“Para vencermos o coronavírus, precisamos atuar em várias frentes. O efeito financeiro e econômico do vírus vai prejudicar principalmente as famílias mais carentes. A ampliação do benefício dá condição ao povo de reforçar os cuidados com a higiene e uma folga no orçamento das famílias para comprarem outros itens de necessidade básica”, destacou Eduardo da Fonte.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS