Presidente da Câmara pede sensibilidade à prefeitura e Moda Center na cobrança de tributos


Impacto negativo do fechamento das feiras na economia pede medidas compreensivas à realidade da população

Durante a reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus na manhã desta quarta-feira (18), o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Augusto Maia, pediu sensibilidade da prefeitura na cobrança de impostos municipais, como IPTU por exemplo. Augusto também pediu a compreensão da administração do Moda Center Santa Cruz na cobrança da taxa do condomínio. O pedido aconteceu após o anúncio de que o Moda Center e o Calçadão Miguel Arraes serão fechados temporariamente como medida preventiva à pandemia do novo coronavírus.

“O fechamento das feiras vai impactar negativamente na economia do município e a gente pede que se tenha o olhar sensível para essa questão, buscando uma forma de suspender também as cobranças desses tributos provisoriamente para que a população tenha um pouco de tranquilidade nessa fase que estamos enfrentando”, destacou Augusto Maia.

As instituições se comprometeram em analisar o pedido com atenção para a situação.

Além do Moda Center Santa Cruz e Calçadão Miguel Arraes, a Feira do Jeans de Toritama e a Feira de Caruaru também foram fechadas preventivamente em comum acordo entre os municípios e Governo do Estado como ação necessária no enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS