Paulo Câmara: “Formamos profissionais preparados para o futuro desafiador de se fazer saúde pública”

Ao acolher mais de 1,5 mil novos residentes, governador ressaltou os investimentos feitos na formação e em infraestrutura da área de saúde


O governador Paulo Câmara participou, nesta segunda-feira (02.03), da solenidade de acolhimento dos 1.510 novos residentes, entre médicos e profissionais da saúde, que irão atuar em unidades da rede estadual. Ele ressaltou a posição de destaque de Pernambuco diante do cenário nacional na área da saúde e a importância dessa formação para a constante busca da melhoria no atendimento.

“Pernambuco tem essa característica de ser a referência médica de todo o Nordeste, e hoje nós estamos iniciando uma nova formação, que vamos fazer de forma adequada, garantindo o lado humano do atendimento. Vamos formar bem as pessoas para que elas estejam preparadas para o futuro desafiador de se fazer saúde pública”, pontuou o governador, que também comentou os investimentos da gestão, em Pernambuco, nessa importante área.

“O Estado, nos últimos quatro anos, aumentou em mais de 60% seus investimentos na formação. Estamos fazendo isso buscando realmente ter um olhar especial para a saúde pública. Com formação e com planejamento, a saúde pública melhora, e é isso que a gente busca aqui em Pernambuco. Os investimentos nessa área não vão parar. Pelo contrário, nós vamos continuar investindo”, assegurou Paulo Câmara, citando, entre outras estruturas, a do Hospital Geral do Sertão, que será inaugurado em Serra Talhada.

O evento, realizado no Centro de Convenções de Pernambuco e promovido pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), contou com a presença do secretário André Longo, que deu as boas vindas aos novos residentes e discursou sobre o aumento do número de bolsas ofertadas. “Esse é um momento importante para acolhimento de todos vocês. Muitos aqui estão chegando à residência médica pela primeira vez. Outros estão complementando sua especialização. É importante dizer que Pernambuco é um dos grandes polos formadores de recursos humanos na área médica do Brasil. O governador Paulo Câmara, desde 2015, tem ampliado o número de bolsas tanto na área médica como nas demais áreas de saúde. De lá para cá, os investimentos em bolsas do governo estadual ultrapassaram 70%”, exemplificou o secretário, acrescentando que o número de vagas ofertadas cresceu 159% entre 2012 e 2019.

Larissa Farias acabou de se formar como enfermeira, e agora se prepara para ingressar na residência do curso de Enfermagem Cirúrgica pelos próximos dois anos. “Tenho muita expectativa em relação ao curso e em relação ao sistema público. Quero tentar ajudar as pessoas, na medida do possível. Quero sempre estar tentando melhorar essa assistência, numa área até então pouco vista como é essa na qual estou entrando”, disse, esperançosa, a jovem de 23 anos.

Atualmente, mais de três mil residentes estão em formação em Pernambuco, vinculados a 330 programas de residência médica e multiprofissional. Ao todo, a previsão de investimentos para 2020 é de R$ 124 milhões nessa modalidade de pós-graduação, sendo R$ 85 milhões do tesouro estadual, ou seja, 68,5% do total e com um incremento de R$ 2,9 milhões em relação ao ano anterior.


Para 2020, foram criados novos programas de residência com foco na área materno-infantil (ginecologia e obstetrícia e neonatologia) e em medicina de família e comunidade. Ainda foram abertas vagas em medicina fetal, cardiologia pediátrica, transplantes, multiprofissional de interiorização da atenção à saúde, gastroenterologia pediátrica, endocrinologia pediátrica e reumatologia.

Estiveram presentes à solenidade o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Aluísio Lessa; o deputado estadual Waldemar Borges; o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia; a pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da UFPE, Carol Leandro; a secretária executiva de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde, Dr. Ricarda Samara; o presidente da Associação Pernambucana de Médicos Residentes, Erick Barreto; o presidente do Conselho Regional de Educação Física, Lúcio Beltrão; a presidente da Comissão Estadual de Residência Médica, Adriana Medeiros; e demais autoridades, além do consultor do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Eugênio Vilaça Mendes, que ministrou a aula magna intitulada “Os desafios do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

Fotos: Heudes Regis/SEI

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS