Coronavírus: Governo vai financiar salários por 2 meses para pequenas e médias empresas

Para participar, as empresas precisam ter faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões por ano

Julia Lindner, Eduardo Rodrigues e Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira, 27, uma nova linha de crédito para que empresas financiem o pagamento de salários dos funcionários.

O presidente Jair Bolsonaro durante reunião do G-20 por videoconferência 
Foto: MARCOS CORREA/PR

Para participar, as empresas precisam ter faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões por ano. O custo total vai ser de R$ 40 bilhões, divididos em dois meses. De acordo com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, por mês, o Tesouro bancará R$ 17 bilhões do programa e os bancos públicos, outros R$ 3 bilhões.

Os salários vão cair direto na conta dos trabalhadores. O limite para a remuneração vai ser de dois salários mínimos (R$ 2.090). Quem ganha menos do que isso, vai continuar com o mesmo salário. Acima desse valor, vai passar a ganhar dois salários mínimos.

As empresas terão seis meses para começar a fazer os pagamentos em 36 parcelas (três anos). O empréstimo terá como custo a taxa de juros básicas (a Selic).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz