Palavras que edificam


O inefável amor de Deus 


Há muito que o Senhor me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí. Jeremias 31:3.

Como é glorioso pensar no amor daquele que nos amou de uma tal maneira que não negou seu próprio Filho.
E pensar que não éramos dignos de algo tão sublime, tão excelente, mas mesmo assim Ele nos amou.
A única razão que temos acerca do amor de Deus para conosco se chama graça, pois graça é um favor que se faz a outro sem mesmo o outro merecer. Pois foi isto que Deus fez por nós, Ele nos amou pela sua infinita graça e sua palavra diz que Ele nos amou com amor eterno.
Ninguém tem maior amor do que este, de dar a sua vida para resgatar os pecadores, e foi justamente isto que aconteceu. O Pai nos amou sem que nós merecêssemos seu amor, mesmo assim Ele nos amou.
E em reconhecimento de seu amor o que podemos fazer? Reconhecer o seu sacrifício e invocar o seu nome diante de todos e aceitá-lo como nosso Salvador. O salmista interrogou:
Que darei eu ao SENHOR, por todos os benefícios que me tem feito? Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do SENHOR.Salmos 116:12-13.
E o profeta Isaías completa:
Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.Isaías 55:6-7.
E o apóstolo Paulo confirma: Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.Romanos 5:8.
Este é o grande, infinito e inefável Amor de Deus.

Evang. Dário Gomes de Araujo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PROFESSORA INDIGNADA ESCREVE AO BLOG DO JAIRO GOMES