Cidades pernambucanas em situação de emergência por causa da chuva

Abreu e Lima, Olinda e Igarassu, no Grande Recife, e Vicência, na Zona da Mata, decretaram situação de emergência

Em Abreu e Lima, a chuva provocou quatro mortes
Foto: Brenda Alcântara/ JC Imagem
JC Online

A forte chuva que provocou alagamentos e mortes fez com que algumas cidades pernambucanas entrassem em situação de emergência, nesta quarta-feira (24). Foram emitidos decretos em Olinda, Abreu e Lima e Igarassu, no Grande Recife, e Vicência, na Zona da Mata Norte do Estado.

Olinda


Entre as medidas contidas no decreto do prefeito de Olinda, Professor Lupércio, está a autorização da entrada em casas para prestar socorro ou para determinar a pronta evacuação de pessoas de áreas de risco. Sob a coordenação da Defesa Civil, o prefeito autorizou a convocação de voluntários para reforçar as ações de emergência. Equipes da Defesa Civil do município estão nas áreas de risco realizando ações de prevenção. Um gabinete de crise foi instaurado pelo prefeito, vice e representantes de todas as secretarias municipais.  Quatro pessoas morreram.

Os telefones para contato da Defesa Civil de Olinda são 3429.9838 e o WhastApp 99266.5307.

A ferramenta de Situação de Emergência disponibilizada pelo Facebook criou uma alerta para as chuvas que atingiram o Grande Recife. No título, que leva o nome “A inundação em Olinda”, os internautas têm compartilhado os seus pedidos de ajuda, como também oferecido suporte para as vítimas dos deslizamentos.

Abreu e Lima


O Prefeito de Abreu e Lima, Marcos José, em virtude das fortes chuvas que caem sobre o município de Abreu e Lima, decretou estado de emergência desde 9h desta quarta-feira (24) em todas as áreas afetadas pela chuva. A prefeitura comunica que vem tomando as medidas possíveis para atender aos desabrigados junto à Defesa Civil e a todos os demais órgãos que se fizerem necessários. Quatro pessoas morreram.

Igarassu


Em Igarassu foi criada uma força–tarefa com o apoio de todas as secretarias municipais. Os alagamentos causaram transtornos em alguns pontos e as escolas municipais estão abrigando as pessoas que moram em áreas de risco A secretaria de Educação informou que as aulas da rede municipal de ensino estão suspensas, para manter assim a segurança dos alunos e servidores. A vice-prefeita Elcione Ramos está nas áreas de risco junto com a Defesa Civil e coordena as reuniões de acompanhamento da situação junto aos secretários. O telefone da Defesa Civil é 99460.9073.

Vicência


O prefeito de Vicência, Guiga Nunes, instalou um comitê de crise com representantes de todas as secretarias e acionou os órgãos competentes. As áreas mais prejudicadas foram Comunidade Cristã e Bairro Nova Vicência 3, com várias casas atingidas pela água do Rio Siriji. Na Rua Luiz Salustiano foi registrada uma queda de barreira, mas ninguém ficou ferido. As famílias desabrigadas estão sendo levadas para casas alugadas pela prefeitura da cidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PROFESSORA INDIGNADA ESCREVE AO BLOG DO JAIRO GOMES