Palavras que edificam

Sua meditação diária na Palavra de Deus

A instituição da primeira Páscoa

Exodo 12. 6 - 11

Vocês o guardarão até o dia catorze deste mês, e na tarde desse dia todo o povo israelita matará os animais. Pegarão um pouco do sangue e o passarão nos batentes dos lados e de cima das portas das casas onde os animais vão ser comidos. Nessa noite a carne deverá ser assada na brasa e comida com pães sem fermento e com ervas amargas. A carne não deverá ser comida crua nem cozida; o animal inteiro, incluindo a cabeça, as pernas e os miúdos, será assado na brasa. Não deixem nada para o dia seguinte e queimem o que sobrar. Já vestidos, calçados e segurando o bastão, comam depressa o animal. Esta é a Páscoa de Deus, o Senhor.

 A páscoa do Senhor é uma festa instituída por Deus para comemorar a saída do povo de Israel do jugo de Faraó, rei do Egito. É portanto uma festa Judaica, e tem um significado impar para o povo judeu.

Seus ingredientes eram compostos de:

1 - Carne assada

2 - Pães sem fermento 

3 - Ervas amargosas.

Assim foi comemorada a primeira páscoa e assim se fazem todos os anos. 

Hoje se criaram muitos artifícios para engrandecer e agigantar o comércio, substituindo a páscoa verdadeira por lendas de homens com ovos de chocolate e coelhos, entre outras coisas.

Para o povo cristão basta o que está escrito na Palavra de Deus :

Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. I Corintios 5.7.

Evang. Dário Gomes de Araujo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imagens fortes. Jovem espanca e mata amante do pai no meio da rua