Em PE, MPF alerta Forças Armadas que não façam homenagem à ditadura militar

Foto: AFP
Foto: AFP

Do Blog de Jamildo

Em ação nacional do Ministério Público Federal (MPF), o órgão em Pernambuco recomendou às Forças Armadas no Estado que não comemorem o aniversário do golpe militar de 31 de março de 1964. O mesmo aconteceu em outros estados, como Rio de Janeiro e Pará.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou ao Ministério da Defesa que oriente os quartéis a comemorarem os 55 anos do golpe. Bolsonaro negou que tenha havido ditadura.

O MPF considera, além dos mandamentos da Constituição brasileira, uma série de tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário, que determinam o respeito à democracia e consideram como obrigação de qualquer governo defendê-la.

Para o Ministério Público, além disso, comemorações em homenagem à ditadura militar contrariam também os regulamentos disciplinares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, que configuram transgressão qualquer militar participar, fardado, de manifestações de natureza político-partidária. 

As recomendações foram enviadas ao Comando Militar do Nordeste, ao Comando da 7ª Região Militar, ao Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo – Cindacta III, à Capitania dos Portos de Pernambuco, ao Hospital Naval do Recife e à Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco. O prazo para a resposta se elas serão acatadas é de 48 horas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara