Previdência terá idades mínimas de 65 anos para homens e 62 para mulheres

Por Brasil Econômico

De acordo com o secretário de Previdência Social, Rogério Marinho, decisão partiu do presidente Jair Bolsonaro; período de transição será de 12 anos

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Rogério Marinho afirmou que idades mínimas na reforma da Previdência
 serão de 65 anos para homens e 62 para mulheres

A reforma da Previdência vai propor idades mínimas de aposentadoria de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres. A declaração foi feita pelo secretário de Previdência Social, Rogério Marinho, nesta quinta-feira (14) após uma reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília.

De acordo com o secretário, os números foram decididos pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que adiantou, na noite de quarta-feira (13), que "bateria o martelo" sobre a reforma da Previdência hoje. As idades mínimas devem ser alcançadas dentro de 12 anos, período de transição escolhido.

"Hoje o presidente, diante das informações que recebeu, tomou a decisão final. O texto está pronto”, anunciou o secretário. Segundo ele, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma da Previdência deve ser assinada por Bolsonaro no próximo dia 20 e, então, enviada ao Congresso Nacional.

A conversa também contou com a presença do o ministro da Economia, Paulo Guedes, e outros membros da equipe econômica do novo governo: Onyx Lorenzoni, ministro-chefe da Casa Civil, e Carlos Alberto dos Santos Cruz, da Secretaria de Governo.

Marinho destacou ainda que os valores decididos para a reforma foram um meio termo encontrado, já que Bolsonaro defendia a diferenciação das idades mínimas, ao contrário de sua equipe. O presidente queria 60 anos para mulheres e 65 para homens, enquanto sua equipe propunha 65 para ambos. Bolsonaro também desejava, um período de transição mais longo do que o decidido (de 20 anos, e não 12).

"Nós conversamos com ele, e o presidente tem sensibilidade. Entendeu também as condições da economia. E fez a distinção do gênero. Ele acha importante que a mulher se aposente com menos tempo de contribuição e trabalho do que o homem e nós conseguimos encurtar um pouco essa questão da transição", declarou Marinho.

De acordo com o secretário, Bolsonaro pediu que, no momento, sejam divulgadas apenas "algumas" informações sobre a nova Previdência . Outras informações virão a público apenas no dia 20 de fevereiro, quando a proposta for enviada para apreciação do Congresso.

Atualmente, não existe idade mínima para a aposentadoria . Sem esse fator, os homens podem se aposentar a partir dos 35 anos de contribuição ou a partir dos 65 anos e, as mulheres, com 30 anos de contribuição e 60 anos de idade. 

Necessidade de reforma 

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Para Bolsonaro, caso o projeto de reforma da Previdência não seja apresentado, 
o "Brasil quebrará" em cinco anos

Na noite de ontem, em entrevista ao Jornal da Record , o presidente ressaltou a necessidade de se fazer a reforma da Previdência. Para Bolsonaro, caso o projeto não seja apresentado, o "Brasil quebrará" dentro de quatro ou cinco anos. “Eu não gostaria de fazer a reforma da Previdência , mas sou obrigado a fazer, do contrário o Brasil quebrará em 2022 ou 2023”, afirmou.

Recentemente, em entrevista à agência Reuters durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), Paulo Guedes voltou a apontar a reforma como medida fundamental , uma vez que o governo precisa cortar gastos nesse setor. "É isso ou seguimos [o caminho da] Grécia", alertou o ministro, tomando como exemplo o país europeu que entrou em grave crise em 2009 devido aos gastos com aposentados e pensionistas .

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Tesourno Nacional, o rombo da Previdência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) subiu 3,2% em 2018, chegando a mais de R$ 195 bilhões


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara