Chefe do partido de Bolsonaro contratou empresa do filho na campanha

Por Carta Capital


Luciano Bivar, eleito deputado federal pelo PSL de Pernambuco, repassou 250 mil reais do fundo eleitoral à Nox Entretenimentos

Assim caminha a “nova” política. Luciano Bivar, deputado federal por Pernambuco e presidente nacional do PSL, o partido de Jair Bolsonaro, gastou 250 mil reais do fundo eleitoral para contratar a empresa de um filho durante a campanha de 2018. A Nox Entretenimentos, que pertence a Cristiano Bivar, foi o segundo maior gasto da campanha do parlamentar, segundo a prestação de contas apresentada à Justiça eleitoral.

O Ministério Público Eleitoral do estado solicitou a continuidade das investigações para apurar se houve “desvio de finalidade” na contratação da Nox.


“Foram realizadas despesas com fornecedores de campanha que possuem relação de parentesco com o prestador de contas, o que pode indicar desvio de finalidade. O Ministério Público Eleitoral informa que extraiu cópia dos autos para investigação dos fatos”, descreve um documento da Procuradoria Eleitoral.

Bivar afirmou que a contratação da Nox Entretenimentos se “deveu ao fato de ela ter oferecido o menor preço para produzir os vídeos da campanha” e que “há contrato, notas fiscais, tudo perfeitamente legalizado”.

Além de contratar a empresa do filho, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, Bivar usou os serviços da Vidal Assessoria e Gráfica, de Luis Alfredo Vidal Nunes da Silva, dirigente do PSL em Pernambuco.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENDONÇA FILHO VOLTA A SER ESCRACHADO: ‘XÔ, GOLPISTA’

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe