COMERCIANTE RECORRE À POLÍCIA PARA REAVER MERCADORIA APREENDIDA NO CALÇADÃO MIGUEL ARRAES DE ALENCAR


Santa Cruz do Capibaribe - O comerciante Edinaldo José do Nascimento registrou Boletim de Ocorrência na sexta-feira (25) informando que sua mercadoria avaliada em 20 mil reais e os bancos de feira onde comercializa no Calçadão Miguel Arraes de Alencar foram furtados. Diante disso a polícia foi acionada e nesta segunda-feira (28), depois de localizada a mercadoria e os bancos de feira, tudo foi restituído ao denunciante.

A direção do Calçadão afirmou que não houve furto e a remoção foi feita porque o comerciante estava irregularmente usando o local, pois de acordo com a administração ele não é o dono do ponto.

Edinaldo ocupa o ponto desde a criação do Calçadão, conforme documentos por ele apresentados, inclusive deposita judicialmente o valor correspondente ao uso do solo, já que os fiscais se recusaram a receber.

Comissão Parlamentar de Inquérito

Esta é uma questão que de vez em quando vem à baila. De quem são os boxes e lojas, que até hoje permanecem desocupados no Calçadão? Por que tanta placa de vende-se, já que a prática é proibida ? 

Na Câmara de Vereadores está sendo instalada uma CPI para tratar dessas e outras questões que precisam de esclarecimento.


Reportagem: Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENDONÇA FILHO VOLTA A SER ESCRACHADO: ‘XÔ, GOLPISTA’

Vereadora Marielle Franco é assassinada a tiros na região central do Rio de Janeiro