COMERCIANTE RECORRE À POLÍCIA PARA REAVER MERCADORIA APREENDIDA NO CALÇADÃO MIGUEL ARRAES DE ALENCAR


Santa Cruz do Capibaribe - O comerciante Edinaldo José do Nascimento registrou Boletim de Ocorrência na sexta-feira (25) informando que sua mercadoria avaliada em 20 mil reais e os bancos de feira onde comercializa no Calçadão Miguel Arraes de Alencar foram furtados. Diante disso a polícia foi acionada e nesta segunda-feira (28), depois de localizada a mercadoria e os bancos de feira, tudo foi restituído ao denunciante.

A direção do Calçadão afirmou que não houve furto e a remoção foi feita porque o comerciante estava irregularmente usando o local, pois de acordo com a administração ele não é o dono do ponto.

Edinaldo ocupa o ponto desde a criação do Calçadão, conforme documentos por ele apresentados, inclusive deposita judicialmente o valor correspondente ao uso do solo, já que os fiscais se recusaram a receber.

Comissão Parlamentar de Inquérito

Esta é uma questão que de vez em quando vem à baila. De quem são os boxes e lojas, que até hoje permanecem desocupados no Calçadão? Por que tanta placa de vende-se, já que a prática é proibida ? 

Na Câmara de Vereadores está sendo instalada uma CPI para tratar dessas e outras questões que precisam de esclarecimento.


Reportagem: Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara