Apoio a Maia evita 'aventura' de ter um 'presidente autoritário', diz Luciana Santos

Por: Juliano Muta
Do Blog da Folha

A vice-governadora de Pernambuco e presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos 
defende a recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara
Foto: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco

A vice-governadora de Pernambuco e presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, tem sido uma defensora do apoio a recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara dos Deputados, não só no próprio partido, que recentemente declarou apoio ao democrata, como também no bloco formado por PCdoB, PSB e PDT, que ainda não se afinou. Luciana participou de um almoço com parlamentares e lideranças políticas em torno de Rodrigo Maia, nesta quinta (17), no bairro do Pina.

Segundo ela, a bancada do PCdoB se reuniu esta semana com os presidentes dos três partidos do bloco, Carlos Siqueira (PSB), Carlos Lupi (PP) e ela própria, para iniciar a discussão conjunta sobre o processo eleitoral na Câmara Federal. Ela adiantou que haverá uma reunião com a executiva nacional, instância que pode consolidar o apoio a Maia, no dia 30 desse mês. 

"Aqui nós tivemos a chance de ver uma mesa com todos os partidos que compõem a bancada aqui do Estado de Pernambuco, que revela o que eu acho que deve ser o sentido de ser da Câmara dos Deputados. Rodrigo foi e precisa continuar sendo um presidente que defende a autonomia do Poder Legislativo, que respeita o regimento e que, portanto, possibilita a atuação das bancadas, independente das suas convicções", disse Luciana. 

A vice-governadora destacou a importância do gesto de Paulo Câmara de receber Rodrigo Maia no Palácio e explicou as razões que fizeram o seu partido apoiarem Maia. "De nossa parte do PCdoB, embora nós tenhamos divergência programáticas com Rodrigo Maia, nós temos uma relação com ele desde o tempo em que Aldo Rebelo, que foi presidente da Câmara, com apoio de Rodrigo Maia. O que prevalece é a questão democrática e o respeito às diferenças e para nós nesse momento é necessário que esse espaço democrático exista até para o exercício da oposição e da resistência ao Governo Federal", frisou.

E essas divergências já estão sendo notadas dentro do PCdoB. Apesar da legenda já ter anunciado apoio a Maia, ainda não há consenso. Esta semana, a deputada estadual e candidata a vice-presidente Manuela D'ávila publicou uma opinião divergente da decisão da sigla. "Para mim, o passo inicial seria termos uma posição conjunta, dos cinco partidos de nosso campo, para que juntos buscássemos construir uma candidatura comprometida com a democracia, mesmo que essa não fosse de nossos partidos, já que tal eleição não é terceiro turno presidencial. Não foi o que aconteceu: os partidos seguiram diversos caminhos. Lamentavelmente”, afirmou Manuela.

“Como todos sabem, defendo desde antes da eleição a unidade de todo nosso campo político, razão que resultou, inclusive, na retirada de minha pré-candidatura à Presidência da República. Para mim, demarcações e divisões entre partidos de oposição a Bolsonaro de nada servem ao Brasil e às duras batalhas que teremos pela frente, não estamos numa batalha contra ou a favor de nenhum partido de esquerda mas em defesa da permanência da democracia”, postou D'ávila em sua página no Facebook.

Entre os comunistas, o apoio ao democrata vem sendo intermediado pelo deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), amigo do presidente da Câmara e pela própria Luciana Santos, que preside a legenda.

Maia em Pernambuco - "Ele é sempre muito bem vindo, sempre teve uma excelente relação com o governador Paulo Câmara e aqui o objetivo foi reunir a bancada de Pernambuco, independente de partido. precisamos ter uma certeza de que não vamos para uma aventura e para a possibilidade de um presidente autoritário, para que o funcionamento democrático da casa seja respeitado.

Luciana pediu que as conversas entre PCdoB, PSB e PDT avancem no sentido da coesão e disse aguardar surpresas até o dia da eleição. "As eleições da câmara sempre são assim, muita coisa muda até lá", previu.

*Com informações de Luiza Alencar, da editoria de Política.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

SETE GOVERNADORES ENCARAM TEMER E DIZEM NÃO A PEDRO PARENTE