EM MEIO À CRISE, SENADO GASTARÁ R$ 8,3 MILHÕES COM ALUGUEL DE CARROS

O contrato de local dos carros foi firmado até meados de 2020 (Foto: Ag. Senado)

O Senado Federal vai gastar R$ 8,3 milhões no aluguel de 85 carros zero-quilômetro para os 81 senadores, o secretário-geral da Mesa, diretor-geral e a segurança do presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), por um período de 30 meses. Com isso os gastos por ano serão em torno de R$ 3,3 milhões. O contrato foi firmado até meados de 2020.

Serão 83 veículos Nissan Sentra ao custo mensal de R$ 3,2 mil por unidade. Dois Hyundai Azera custam R$ 6,8 mil cada um. Além do aluguel, o contrato prevê também lavagem, manutenção, seguro e combustível dos veículos. Não estão incluídos, entretanto, os gastos com os motoristas dos parlamentares, que ganham, em média R$ 5 mil por mês.

Procurado, Oliveira disse que o novo contrato é a “continuação” do anterior e não tem “nada de novo”. A assessoria de imprensa do Senado justificou que o valor obtido no último pregão, de R$ 3,3 milhões ao ano, é inferior ao contrato anterior, de R$ 3,6 milhões (sem considerar atualização do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, o INPC).

Até 2011, o Senado possuía uma frota de carros própria. A mudança, de acordo com a assessoria de imprensa da Casa, gerou uma economia superior a R$ 2,6 milhões.

Do Estadão Conteúdo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara