O Congresso é o maior responsável pela crise do País, diz Silvio Costa

Da Folha de Pernambuco
Deputado disparou contra a bancada de oposição ao Governo 
(Foto: Marina Mahmood/Folha de Pernambuco)

Vice-líder do governo na Câmara, o deputado federal Silvio Costa (PSC) teceu várias críticas a bancada de oposição à presidente Dilma Rousseff (PT). Em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, nesta sexta-feira (16), o parlamentar afirmou que o Congresso é o maior culpado pela crise no País.

“Os caras colocam pauta bomba para quebrar o País, os caras sinalizam que são contra o ajuste fiscal, os caras ficam da imposição pedindo impeachment de forma irresponsável”, disparou Silvio.

“Eles sabem muito bem que a constituição da República, no artigo 85, no artigo 86, ela é muito clara. O presidente só pode sofrer impeachment se cometer um erro em mandato exercício. Dilma não cometeu e nem cometerá”, completou.

Em sua opinião, diante das recentes denúncias o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), sairá do cargo brevemente. O social-cristão afirmou que não pretende se lançar ao cargo depois da saída do peemedebista, mas não descarta a hipótese de futuramente exercer a função.

“É evidente que qualquer político, se ele tivesse oportunidade, ele queria ser presidente. (…) As pessoas dizem lá que, modéstia a parte, eu fiz um bom trabalho na Comissão de Trabalho. Agora não vou me colocar candidato a presidente, isso não se constrói assim não. O cara pode ate ser candidato avulso, mas não vou me aventurar não”, disse.

PSB

O deputado Silvio Costa alfinetou a postura do PSB em se posicionar como independente ao governo Dilma Rousseff (PT).

“O pior nome que inventaram na política foi esse tal de independente. Na politica o cara tem que ter lado, o cara dizer que é independente é conversa de gente fraca ou você é oposição ou governo, não existe essa história de independente”, afirmou o parlamentar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara