Coordenadora da Vacinação de Santa Cruz dá detalhes sobre o início da imunização de crianças contra a covid-19

Município já está vacinando os pequenos de 11 anos sem 
comorbidades e de 5 a 11 anos com comorbidades


Na última semana, o município de Santa Cruz do Capibaribe deu início a vacinação contra covid-19 em crianças. Atualmente, a Capital da Moda está vacinando os pequenos de 11 anos que não possuem comorbidades e os de 5 a 11 anos com algum tipo de comorbidade. Em conversa com o repórter Jairo Gomes, a coordenadora da vacinação no município, Marcela Araújo, destacou a rápida evolução da imunização em comparação ao público adulto.

"Enquanto nos adultos demoraram até meses para haver uma evolução, a de crianças deverá ter uma celeridade maior, e é importante que todos busquem o agendamento de crianças, especialmente os que estiverem no grupo de risco. Com isso, é esperado que, muito em breve, já possamos vacinar o público de 5 a 11 anos no geral", disse Marcela.

A coordenadora também tranquilizou a população que ainda possua alguma suspeita em relação ao imunizante. "Os recém nascidos são vacinados nos primeiros dias de vida, e posso garantir que a vacina é segura, especialmente se vermos a diminuição do número de mortos no Brasil desde que foi iniciada a vacinação. Temos casos de covid ainda acontecendo, mas são pessoas que não completaram seu esquema de vacinação. Aqueles que tomaram duas ou até a dose de reforço, se tiverem a doença, serão casos leves", afirmou. "Em Santa Cruz já temos 82% da população vacinada com a primeira dose, 71% de segunda dose e 9% de dose de reforço, e é importante que aqueles que ainda não receberam o reforço procurem as unidades de saúde para completarem seu esquema vacinal."

A vacinação de crianças pode ser agendada no site oficial de vacinação, o www.vacinasantacruz.com.br, e está acontecendo no prédio da AME Mulher, localizado na Rua Virgilina Pereira, bairro São Cristóvão. No mesmo local, está sendo aplicada a dose de reforço dos cidadãos que receberam a vacina da Janssen. Para os cidadãos acima de 12 anos, a vacinação segue acontecendo sem a necessidade de agendamento nas Unidades Básicas de Saúde.

Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre