Patricia Rodrigues destaca as ações do CRAS do Bela Vista em Santa Cruz do Capibaribe

Coordenadora Patrícia Rodrigues

Fechando o mês de Outubro, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Bairro Bela Vista em Santa Cruz do Capibaribe realizou o encerramento da campanha do Outubro Rosa, conscientizando sobre a prevenção do Câncer de Mama. Em conversa com o repórter Jairo Gomes a coordenadora da unidade, Patrícia Rodrigues, destacou algumas das principais ações no decorrer do mês e também no dia-a-dia do CRAS.

"É importante conscientizar mulheres e homens também, pois homens também podem ser diagnosticados, e a prevenção é a melhor ferramenta", disse. "Além disso, recentemente também tivemos a volta do Programa Leite de Todos, que auxiliou muitas mães atendidas aqui, e também a distribuição de cestas básicas e acompanhamento social para quem nos procurou."

Patrícia ressaltou o atendimento com psicóloga fornecido na unidade. "Monalisa, nossa psicóloga, faz um excelente trabalho, afinal de contas também precisamos cuidar da nossa saúde mental, especialmente nesse período de Pandemia", disse, também destacando que o CRAS trabalha em parceria com outras unidades. "Não deixamos ninguém na mão. Se não for de nossa competência, nós encaminhamos o cidadão para o CREAS, Conselho Tutelar, Ministério Público, ou qualquer outra unidade que atenda a demanda."

Por fim, a coordenadora frisou o apoio constante da Gestão Fábio Aragão através da Secretária Ivone Aragão. "Sem Dona Ivone não iríamos a lugar algum, e o povo está sentindo a diferença. Tudo está correndo para melhor".

Uma das recentes ações do CRAS foi uma roda de conversa com a psicóloga Monalisa Maciel sobre a importância da prevenção do Câncer de Mama, que também teve a participação da enfermeira Maria Eduarda e da agente de saúde Lucilvia Pereira, onde várias mulheres usuárias da unidade compareceram. "É importante enfatizar toda a questão psicológica que envolve a mulher que é diagnosticada e também falar da importância do apoio familiar nesse momento. E aqui no CRAS sempre frisamos todo o apoio e atendimento necessário", disse Monalisa. "A prevenção é o principal e muitas mulheres tem medo do diagnóstico, mas não cansamos de repetir que, quanto mais rápido identificar, maiores serão as chances de cura."

Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado