Postagens

Mostrando postagens de Abril 9, 2019

DEBATE SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Imagem

Notícias do dia: mortes no Rio, mais confusão na CCJ, posse no MEC, Bendine solto, eleição em Israel

Imagem
Demissão de presidente da Apex, Imposto Único Federal e revisão de metodologia do IBGE também foram destaques desta terça-feira, 9
Redação, O Estado de S.Paulo

Acompanhe as últimas notícias do dia  Foto: Montagem/Estadão
SÃO PAULO - As fortes chuvas que atingem o Rio de Janeiro desde a noite desta segunda-feira, 8, provocaram 10 mortes na cidade. Também na capital fluminense, a audiência de custódia dos militares investigados pelo assassinato do músico Evaldo Rosa dos Santos, de 46 anos, será realizada nesta quarta-feira, 10. Em Brasília, houve confusão durante a sessão de leitura do parecer do projeto de reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) soltou o ex-presidente da PetrobrásAldemir Bendine. Já na área de educação, o novo ministro, Abraham Weintraub, tomou posse e o grupo militar da pasta alterou o decreto da alfabetização. O presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exporta…

VEREADORES DE OPOSIÇÃO PROTOCOLAM PEDIDO DE 03 AMBULÂNCIAS PARA SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

Imagem
"Neste primeiro dia de visitas aos gabinetes dos deputados federais em Brasília já estamos colhendo frutos. O nosso grupo acompanhou os Vereadores Ernesto Maia e Deomedes Brito, do PT de Santa Cruz do Capibaribe, quando foi protocolado um requerimento para que seja destinada uma emenda, através da Deputada Marília Arraes, no valor de 350 mil reais, para a compra de três ambulâncias, sendo uma com aparelhagem para tratamento intensivo (UTI). Uma conquista de Ernesto Maia e Deomedes Brito e de todo nosso grupo político, que muito vai servir a nossa população", Vereador Carlinhos da Cohab.

Guedes: ajudaremos quem ficou para trás, mas não vagabundos

Imagem
Em evento nesta terça-feira, o ministro da Economia defendeu a criação da carteira de trabalho verde e amarela, que, segundo ele, permitirá a criação de empregos
Fabrício de Castro e Lorenna Rodrigues TERRA
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, 9, durante evento em Brasília, que o País está "condenando o jovem ao caminhado errado". "Desde quando faz mal trabalhar?", questionou, ao defender a proposta da carteira de trabalho verde e amarela. A iniciativa privilegia a negociação em detrimento de direitos trabalhistas e, segundo o ministro, vai permitir a criação de milhões de empregos no Brasil.
Foto: Dida Sampaio / Estadão
"Quando lançarmos o novo sistema com encargos baixos, a antiga Previdência vai começar a desonerar a folha e também vai gerar mais empregos", pontuou.
De acordo com Guedes, o melhor programa social para um país é o emprego, que cria autoestima. "Sempre seremos uma nação generosa, sempre ajudaremos quem ficou…

CAMPANHA DE VACINAÇÃO COMEÇA NESTA QUARTA-FEIRA (10)

Imagem

VANDO DA SERTEC ENTREGA LISTA DE REIVINDICAÇÕES AO DEPUTADO DIOGO MORAES

Imagem
SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE - Neste domingo (07), na Feira de Animais e da Agricultura Familiar do Sítio Cacimba de Baixo, Vando da Sertec entregou ofício ao Deputado Estadual Diogo Moraes para que ele interceda junto ao governo do estado no sentido de atender algumas demandas, que beneficiarão a comunidade e sítios adjacentes.
ACESSE O ÁLBUM DE FOTOGRAFIAS

Com demissão, Vélez pode ganhar até R$ 120 mil de auxílio

Imagem
A demora para afastar o ex-ministro da Educação do cargo fez com que ele poupasse, pelo menos, R$ 60 mil
Marcelo Camargo/Agência Brasil
O tempo em que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) demorou para exonerar Ricardo Vélez Rodríguez do cargo de ministro da Educação pode render até R$ 120 mil para os bolsos do ex-chefe da pasta. As informações são da colunista Mônica Bergamo.
Caso Vélez fosse demitido antes dos 90 dias, ele teria que devolver os R$ 61 mil de auxílio-mudança que recebeu no início do mandato. Ele ainda poderá receber cerca de 60 mil para fazer a mudança de volta, caso queira regressar à Londrina, sua cidade natal.
O agora ex-ministro foi demitido nessa segunda-feira (8/4) por meio de postagem no twitter de Jair Bolsonaro (PSL), devido a tomada de decisões e comentários polêmicos, que atrapalharam a imagem do governo.
(Do site Metrópoles)

Agonia da educação: crise no ensino revela a urgência de tirar Brasil do atraso

Imagem
Marcello Casal jr/Agência Brasil
Por Serguey Monin Do Sputnik

A queda do ministro Ricardo Vélez na última segunda-feira (8), somada às inúmeras exonerações e uma pasta em conflito, expõe a grave crise que vive a educação brasileira. O sufoco do ensino, no entanto, tem raízes mais profundas. A Sputnik Brasil traz uma reportagem especial sobre os principais dilemas do sistema educacional no país. Não são poucos os problemas que enfrenta a educação brasileira atualmente. Além das desigualdades históricas em relação ao acesso a um ensino de qualidade, o corte de gastos para o ensino (determinado pela PEC 241, que congela os gastos públicos por 20 anos) e programas importantes em risco, o atual governo tem na pasta da Educação o setor de maior turbulência. Na última segunda-feira (8) foi anunciada a já esperada demissão do ministro Ricardo Vélez do comando da Educação, expondo a crise e a falta de perspectiva para um setor tão crucial para o desenvolvimento do país. Mas em que medida a pe…