Eleitor de Lula, Armando não vai a Petrolina receber Alckmin

Por: Ulysses Gadêlha
Folha de Pernambuco

Armando Monteiro Neto (PTB), senador e pré-candidato ao Governo do Estado
Foto: Ricardo Labastier/SECOM Gravatá

Apesar de assegurar espaço ao presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) no seu palanque, o candidato a governador Armando Monteiro Neto (PTB) não foi a Petrolina, no Sertão, recepcionar o ex-governador de São Paulo, que cumpre agenda de campanha em Pernambuco. “Não fui porque eu voto em Lula, sempre tivemos o palanque aberto ao ex-governador, meus senadores o apoiam, mas eu voto em Lula”, justificou Armando, em entrevista à Folha de Pernambuco.

Leia também

Desde o último domingo, havia uma previsão de que, nesta quinta-feira (23), Armando estaria no lançamento das candidaturas dos filhos do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) - Antônio Coelho (DEM) à Assembleia Legislativa e Fernando Filho (DEM) à Câmara Federal. No meio da semana, entretanto, o compromisso foi reavaliado e hoje o petebista cumpre apenas agenda interna, de gravação de guia eleitoral.

Alckmin chegou a Petrolina às 14h, recepcionado pelo prefeito Miguel Coelho (PSB), e está cumprindo um roteiro de visitas acompanhado de Fernando Filho e Antônio Coelho. Os candidatos ao Senado pela oposição, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM), também marcam presença ao lado do presidenciável tucano. 

Armando, por outro lado, argumenta que não faria sentido estar presente lá. “Eu voto em Lula, (receber Alckmin) poderia gerar algum tipo de confusão. Eu tenho muito respeito por ele, é o candidato de partidos que estão no meu palanque, mas pra ficar claro, pra não haver nenhum ruído na comunicação, decidi não ir a Petrolina”, esclareceu o senador.

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO