Desenvolvimento econômico, geração de empregos e melhor ambiente de negócios foram temas abordados por Raquel durante visita à Fiepe


A pré-candidata ao Governo do Estado, Raquel Lyra, visitou, na tarde desta segunda-feira (18), a Fiepe (Federação da Indústria do Estado de Pernambuco). Ela foi recebida pelo presidente da instituição, Ricardo Essinger, e representantes do setor produtivo. O encontro teve como finalidade dialogar com o segmento para a construção do seu Plano de Governo - com ações voltadas para o combate ao desemprego, melhor ambiente de negócios para o empreendedorismo, qualificação profissional e fortalecimento da parceria com o Sistema S, por meio da Fiepe.

Raquel iniciou a conversa falando sobre o desemprego e a fome que assolam o estado. Ela lembrou que Pernambuco teve a maior taxa de desemprego do Brasil, com quase 20% de população sem ocupação, a maior porcentagem já atingida desde o início da Pnad Contínua, em 2012. "Isso significa que mais de 830 mil pernambucanos estão desempregados, procurando trabalho. Em 2021, das 27 Unidades da Federação, 21 conseguiram retomar o nível de emprego, e Pernambuco foi um dos poucos que não conseguiram", afirmou Raquel.

Para a postulante, a situação só vai mudar quando, de fato, houver investimento público para a qualificação profissional, melhorias das obras viárias, da malha ferroviária, e a garantia da água na torneira, dentre outras medidas. "Precisa-se tirar do papel e partir para a prática, o que não é feito pelo Governo do Estado. É necessário também retomar as obras paradas, incrementando o investimento público, principalmente, nos projetos de infraestrutura, a exemplo de Suape, do Arco Metropolitano e da Transnordestina, para que a economia possa alavancar."

Raquel lembrou que conseguiu realizar o maior conjunto de programas de qualificação profissional da história do município, recebendo, inclusive, o reconhecimento de entidades como o Sebrae Nacional. Ela destacou o Qualifica EJA, programa que estimula o empreendedorismo a partir da capacitação profissional de estudantes matriculados na rede municipal de ensino; o Qualifica Caruaru, que oferece cursos e oficinas de capacitação profissional para a população em situação de vulnerabilidade, além do Qualifica EAD (qualificação a distância) e o Conecta Empreendedor Caruaru Tech, que oferece capacitação e auxilia empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

"Eu fiz em Caruaru e vou fazer em Pernambuco também. Faço parte de um time que vocês conhecem, que é comprometido e que faz toda a diferença nessa corrida eleitoral", afirmou Raquel, adiantando que também irá implantar o Trilhatec em Pernambuco, programa que oferecerá cursos técnicos e profissionalizantes para os estudantes das escolas estaduais de ensino médio.

O pré-candidato a deputado estadual, Alan Carneiro, liderança de Santa Cruz do Capibaribe, também esteve no encontro e disse que o principal problema do Polo de Confecções do Agreste, em relação à geração de emprego, é a falta de pessoas capacitadas para ocupar as funções. “Emprego não falta nessa região, porém muita gente está desempregada por não ter qualificação profissional. Ações voltadas para essa área vão resolver um grande problema na região que perdura há anos”, relatou.

“Essa disposição da pré-candidata Raquel Lyra de valorizar a interlocução com a Fiepe, eu tenho certeza que é um bom prenúncio que ela vai efetivamente, a partir do seu governo, construir. É preciso que a gente fale para além dos governos. Nós precisamos falar para a população de Pernambuco, que hoje vive no desalento. O que falta hoje, fundamentalmente no estado, é uma ampla mobilização social, para que Pernambuco volte a ser destaque”, disse o ex-senador Armando Monteiro Neto. "Raquel, eleita governadora, não tenho dúvidas que ela será uma grande partícipe da Fiepe, na busca da qualificação e, consequentemente, na geração de empregos", completou o ex-governador de Pernambuco, João Lyra Neto.

“Apoiar o setor produtivo é valorizar esse importante elo que impulsiona o desenvolvimento econômico e social do nosso estado, gerando emprego e renda para milhares de pernambucanos. Então, conciliar a defesa do setor produtivo com a defesa dos interesses públicos e coletivos dá um respaldo muito grande na construção da agenda deste novo momento que Pernambuco tanto precisa”, destacou a deputada Priscila Krause, que também participou da visita.

O presidente da Fiepe, Ricardo Essinger, agradeceu a visita de Raquel e disse que a instituição estará sempre à disposição para realizar uma interlocução no interesse de Pernambuco, sobretudo para encontrar caminhos que permitam o melhor ambiente de negócios, a geração de empregos e a qualificação profissional, "para que o estado avance cada vez mais economicamente".

Para preservar os empregos e possibilitar novos negócios, Raquel se comprometeu com a Fiepe a construir uma política industrial que possibilite financiamento, inovação, benefícios fiscais e infraestrutura.

Foto: Américo Nunes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre