Aluísio Lessa acusa covardia do presidente Bolsonaro


"Nunca na história desse País um presidente foi tão abjeto no trato com saúde da população. E se não bastasse a tirania de usar o cargo maior da República pra insultar, desrespeitar e intervir nas instituições de Estado, essa ameaça a servidores da Anvisa feita por Jair Bolsonaro é de uma covardia inaceitável".

Assim reagiu o deputado estadual Aluísio Lessa às declarações do presidente Jair Bolsonaro, que ameaçou expor publicamente os técnicos da Agência que aprovaram a nota técnica indicando a vacinação contra a Covid 19 para crianças a partir de 5 anos.

O deputado anotou que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) foi fundada em 1999. Ou seja, já tem mais de 20 anos de atuação. Que ela é classificada como agência reguladora, sob forma de autarquia – órgão autônomo da administração pública com personalidade jurídica, patrimônio e receita próprios – e é vinculada ao Ministério da Saúde. E que isso, por si só, nesse contexto, já se pode ver o tamanho da importância desse instrumento na vida da população.

"A Anvisa atua no controle sanitário de produtos nacionais e importados, na área de alimentos, medicamentos, agrotóxicos etc e de alguns estabelecimentos como Portos, aeroportos, postos de fronteiras laboratórios, dentre outros.

Ela deve garantir que todos eles sejam seguros, de qualidade e com eficácia comprovada no nosso dia-a-dia", esclareceu Aluísio Lessa.

O deputado manifestou sua solidariedade a todos técnicos da Agência Reguladora, como a todos os profissionais envolvidos no combate à Pandemia de Covid que vêm sofrendo ataques, que qualificou de covardes, por parte do presidente Bolsonaro. "Ainda bem que o tempo dessa vergonha internacional chamada Bolsonaro está com os seus dias contados. O povo vai lhe dar uma resposta à altura nas próximas eleições", previu Lessa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'Chocante é o apoio à tortura de quem furta chocolate', diz advogado que acompanha jovem chicoteado

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre