Santa Cruz recebe projeto Energia com Cidadania da CELPE

Projeto realiza troca de lâmpadas comuns por lâmpadas de LED, além de renegociar pagamentos de contas atrasadas


Santa Cruz do Capibaribe está recebendo o projeto Energia com Cidadania realizado pela Celpe, em parceria com a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social.

O projeto, que tem como objetivo principal a conscientização da população sobre o uso seguro de energia elétrica, realiza a troca de lâmpadas fluorescentes a partir de 14 watts, lâmpadas incandescentes e alógenas, por lâmpadas de LED, que além de terem mais longevidade, economizam mais energia. Além disso, o Energia com Cidadania fornece a população a oportunidade de negociar suas dívidas com a distribuidora, podendo parcelar o valor no cartão de crédito ou débito, além da inclusão da tarifa social na conta.

"Vou economizar quase 100 reais só com trocas de lâmpadas. É uma iniciativa maravilhosa", destacou a dona de casa Monalisa.


O secretário executivo de Desenvolvimento Social Tody Dias também comentou a importância da ação. "Junto de Dona Ivone Aragão e o Prefeito Fábio Aragão, trouxemos o projeto da Celpe para nosso município, uma iniciativa que irá ajudar principalmente os mais carentes no quesito de economia de energia", disse. "As pessoas que estão atendendo no local são todos capacitados e aptos para esclarecer todas as dúvidas dos cidadãos."

Outro popular que também já esteve na localidade foi Fábio Peixe-Boi, que destacou o excelente atendimento. "Me receberam super bem. É um gasto a menos né? Além disso eles resolvem quem tiver com dívida, algo que ajuda muito pra gente", disse.


A equipe estará atendendo a população até esta sexta-feira (8), na carreta do projeto, localizada na Avenida Prefeito Teófanes Ferras Torres Filho, ao lado da Escola Lucinalva Aragão, no bairro Palestina.









Edição- Jorge Luis
Reportagem- Jairo Gomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado