Com o programa Microcrédito Empreendedor, BNDES libera empréstimo até R$ 21 mil para MEI, garantir capital de giro e matéria-prima

Equipe Rede Brasil Oficial
Imagem:Google

O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) oferece linha de crédito para Microempreendedores Individuais (MEI) com valor de até R$ 21 mil. Atrativas, as taxas de juros ficam em torno de 4% ao mês. Com o programa, nomeado Microcrédito Empreendedor, microempreendedores poderão investir em equipamentos, matéria-prima e garantir capital de giro.

Para ter direito de solicitar o empréstimo, a empresa deve possuir uma receita bruta igual ou inferior a R$ 360 mil por ano – além disso, pessoas físicas e jurídicas estão aptas a receber a linha de crédito, desde que realizem atividades produtivas de pequeno porte.

A aprovação do pedido de empréstimo está sujeita à análise de crédito, avaliando se o negócio se encaixa nos pré-requisitos do BNDES.

Como solicitar empréstimo para MEI do BNDES

Para solicitar a linha de crédito basta ter uma conta no BNDES e, ao acessar o site da instituição, clicar em “Solicite seu Cartão”.

Após isso, você deve preencher o formulário de solicitação de cartão com as informações da microempresa, como CNPJ e o CNAE – bem como informar o banco no qual vai vincular o seu novo cartão.

Após solicitar seu cartão, você pode contratar o microcrédito para MEI do BNDES realizando uma solicitação pelo Canal MPME disponível no site do banco.

Nova plataforma MEI

A plataforma MEI teve sua interface e experiência completamente reformuladas, buscando atender ainda melhor as necessidades do microempreendedor individual – para conhecer e utilizar a nova plataforma basta acessar gov.br/mei – lá você encontrará os seguintes serviços:
  • Abertura de microempresa individual;
  • Emissão do DAS-MEI para pagamento;
  • Espaço para alterar e gerenciar dados cadastrais da empresa;
  • NF-E;
  • Informações sobre a Declaração Anual do Simples Nacional;
  • Qualificação do MEI;
  • Informações de créditos;
  • Solicitação de crédito emergencial em decorrência à pandemia;
  • Atividades do CNPJ;
  • Legislação, estatísticas e parcerias;
  • Baixa do MEI.
Benefícios do MEI

Microempreendedores Individuais com o pagamento do DAS (Declaração Anual do Simples Nacional) em dia tem direito a diversos benefícios previdenciários, no entanto é importante atentar-se ao tempo mínimo de contribuição para se eleger aos benefícios:
  • Salário maternidade: pode ser solicitado após 10 meses de contribuição;
  • Auxílio-doença: pode ser solicitado após 12 meses de contribuição;
  • Auxílio-reclusão: pode ser solicitado após 24 meses de contribuição;
  • Pensão por morte: pode ser solicitado após 24 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por invalidez: pode ser solicitado após 12 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por idade: pode ser solicitado após 180 meses (15 anos) de contribuição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado