Após aglomeração, três senadores são diagnosticados com covid-19

(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

Nas duas últimas semanas, prefeitos e assessores se aglomeraram em gabinetes de parlamentares em busca de recursos pra o Orçamento de 2021, em discussão no parlamento

CB Correio Braziliense

Após "romaria" de prefeitos no Congresso em busca de recursos para emendas, três senadores anunciaram esta semana terem recebido o diagnóstico positivo para covid-19. São eles: Major Olimpio (PSL-SP), Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Lasier Martins (Podemos-RS).

O líder do PSL na Casa, Major Olimpio, divulgou nesta terça-feira (2/3) ter sido infectado pelo vírus. Por causa disso, está em isolamento domiciliar apenas com sintomas leves.

Contudo, o parlamentar ponderou que, por causa da quarentena, não poderá participar das sessões semi-presenciais do Senado nas próximas duas semanas, mas continuará trabalhando de forma remota para a Casa legislativa.

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira, foi diagnosticado com a covid-19 e também só apresenta sintomas leves.

Já o senador Lasier Martins está com dores no corpo e coriza. Mas deve participar, de casa, das sessões de forma online.

Lockdown no DF

Por causa do aumento significativo do número de casos de covid-19 no Distrito Federal, o Congresso Nacional está, atualmente, com a circulação de visitantes restrita. Mas, nas duas últimas semanas, prefeitos e assessores se aglomeravam em gabinetes de parlamentares em busca de recursos para o Orçamento de 2021, em discussão no Parlamento.

Dois senadores já morreram em decorrência de complicações da covid-19: José Maranhão (MDB-PB), aos 87 anos, e Arolde de Oliveira (PSD-RJ), aos 83 anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz