Criança foi mantida em barril por pegar comida sem autorização, diz investigação

O menino de 11 anos ficou amarrado ao tonel por quase um mês, na cidade de Campinas

Por iG Último Segundo

PMSP/Divulgação
O menino foi amarrado dentro de um barril em Campinas

O garoto de 11 anos que ficou amarrado dentro de um barril na cidade de Campinas (SP) por quase um mês foi colocado lá porque teria pego comida sem autorização, segundo reportagem do portal UOL .

A criança relatou à Delegacia de Defesa da Mulher que estava no tonel há cerca de um mês, amarrado com correntes e cadeado, porque pegou comida sem a autorização dos pais, no fim do ano passado.

Os vizinhos da família também foram ouvidos pela Polícia Civil, e informaram que, desde alguns dias antes do Réveillon não tinham contato com o menino, que sempre brincava na rua e era um garoto ativo. De acordo com o portal, o relato coincide com o que ele disse à equipe médica do Hospital Ouro Verde, quando foi internado em 30 de janeiro, que havia passado a virada do ano dentro do barril.

A vizinhança também afirmou que as visitas à casa da família nunca passavam do portão de entrada. De acordo com a investigação, a criança não estava matriculada em nenhuma unidade escolar municipal ou estadual de Campinas em 2020, o que motivou o Ministério Público a pedir o indiciamento do pai por abandono intelectual. O pedido foi feito pela promotora Adriana Vacare Tezine, e aguarda decisão da Justiça.

Apesar da situação, o garoto se mostrou preocupado com o pais, e perguntou aos policiais que atenderam à ocorrência o que aconteceria com ele. Além disso, no hospital, segundo as pessoas que tiveram contato com ele, o menino questionou se o homem estava bem.

Leia também
O menino segue aguardando definição da Vara da Infância e Juventude sobre seu futuro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz