Bolsonaro veta repasses de leilões de carros para a segurança dos estados

Agência Senado 

Veículos em pátio da Polícia Rodoviária Federal aguardando venda em leilão: atualmente recursos ficam com fundo federal voltado para educação no trânsito
Gabriel Jabur/Agência Brasília

O presidente Jair Bolsonaro vetou na íntegra um projeto aprovado recentemente no Congresso Nacional (PLC 44/2018), que destinava parte dos recursos obtidos em leilões de carros apreendidos para as secretarias estaduais de segurança pública. 

O veto foi baseado em parecer do Ministério da Economia, segundo o qual o projeto traz renúncia de receitas para a União, "sem qualquer cancelamento equivalente de outras despesas obrigatórias, e também sem nenhuma estimativa quanto a impactos orçamentários e financeiros". O governo ainda alega que o projeto "viola o interesse público" e contraria dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101, de 2000). 

Hoje toda a verba arrecadada por leilões de veículos apreendidos é destinada ao Fundo Nacional de Segurança e Educação do Trânsito (Funset), que é gerido pelo Ministério da Infra-Estrutura. Cabe agora ao Legislativo analisar o veto de Bolsonaro ao projeto em sessão conjunta, ainda a ser marcada pelo presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP). O veto de Bolsonaro foi publicado na edição desta segunda-feira (27) do Diário Oficial da União. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

CICLISTAS SANTA-CRUZENSES DE MALAS PRONTAS PARA NOVOS DESAFIOS