Bolsonaro veta repasses de leilões de carros para a segurança dos estados

Agência Senado 

Veículos em pátio da Polícia Rodoviária Federal aguardando venda em leilão: atualmente recursos ficam com fundo federal voltado para educação no trânsito
Gabriel Jabur/Agência Brasília

O presidente Jair Bolsonaro vetou na íntegra um projeto aprovado recentemente no Congresso Nacional (PLC 44/2018), que destinava parte dos recursos obtidos em leilões de carros apreendidos para as secretarias estaduais de segurança pública. 

O veto foi baseado em parecer do Ministério da Economia, segundo o qual o projeto traz renúncia de receitas para a União, "sem qualquer cancelamento equivalente de outras despesas obrigatórias, e também sem nenhuma estimativa quanto a impactos orçamentários e financeiros". O governo ainda alega que o projeto "viola o interesse público" e contraria dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101, de 2000). 

Hoje toda a verba arrecadada por leilões de veículos apreendidos é destinada ao Fundo Nacional de Segurança e Educação do Trânsito (Funset), que é gerido pelo Ministério da Infra-Estrutura. Cabe agora ao Legislativo analisar o veto de Bolsonaro ao projeto em sessão conjunta, ainda a ser marcada pelo presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP). O veto de Bolsonaro foi publicado na edição desta segunda-feira (27) do Diário Oficial da União. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em novo caso de nudez, corredora sai pelada em Porto Alegre

Filho deve substituir Aragão candidato em Santa Cruz