Deputado estadual Marco Aurélio é denunciado por agressão física e psicológica à esposa

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

O deputado estadual pelo PRTB, Marco Aurélio, líder da oposição e da bancada evangélica, foi acusado de agressão física e psicológica por sua esposa, uma administradora de empresas que preferiu não se identificar. Segundo relato da mulher, após uma discussão neste domingo (23) à noite, Marco Aurélio teria a empurrado e ela bateu com a cabeça e o quadril no chão. Em seguida, o suposto agressor a teria jogado em cima da cama. Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia da Mulher, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, ainda no domingo (23), mas nesta segunda-feira (24) a esposa voltou à delegacia para registrar a queixa. 

Acusado e vítima estavam casados há três anos. Segundo a esposa do deputado estadual, não é a primeira vez que Marco Aurélio a teria agredido. “Foi muito difícil para mim tomar essa decisão. Já passei por outras situações semelhantes mas não tive coragem (de denunciá-lo). Sempre pensava que ele poderia mudar mas com o passar do tempo ele foi ficando cada vez mais hostil, grosseiro, exaltado, agressivo e sempre me intimidando”, contou a vítima em entrevista nesta segunda-feira (24) pela manhã.

Ainda segundo relato da vítima, a violência doméstica teria começado com agressões verbais e “de um tempo para cá”, iniciaram as agressões físicas. “Em outras situações, ele estava sob efeito do álcool, mas ontem não. Ele me deu um empurrão sem necessidade, por uma bobagem. Em outras situações já aconteceu dele me deixar marcas no corpo. Então eu vim pedir ajuda porque cheguei a uma situação que não quero que se prolongue. Quero acabar com esse sofrimento”, disse. 

A esposa de Marco Aurélio disse que vinha sendo orientada por um advogado a prestar a queixa de agressões anteriores, mas ela havia preferido se resguardar. De acordo com a denúncia, a briga deste domingo teria começado porque a esposa do deputado desconfiou que ele não tivesse ido para o restaurante o qual ele teria informado e ela o questionou. A partir de então, teria sido iniciada a discussão. O deputado estadual é um dos nomes cotados para se candidatar à Prefeitura do Recife nas eleições para prefeito no próximo ano, como opção de oposição à atual gestão. 

Em nota, a Polícia Civil informou que registrou uma ocorrência de Vias de fato por violência doméstica/familiar e instaurou um inquérito policial para apurar toda a extensão do fato narrado pela vítima. “Maiores informações não podem ser repassadas para preservar a identidade da mesma e sua segurança”, declarou a comunicação da polícia civil.

Em nota, o deputado estadual confirma a briga após o casal sair da igreja mas refuta a acusação de violência doméstica. Ele diz também que a esposa o teria agredido e o chamado de “mentiroso”. Confira a nota na íntegra. 

"Hoje à tarde fui surpreendido pela imprensa por declarações da minha ex-companheira que haveria procurado a delegacia da mulher apesar da mesma numa entrevista dada a TV CLUBE afirmar: 'eu não tenho marcas, possa ser que apareça depois, mas agora não tenho'. Em respeito aos meus eleitores e à sociedade pernambucana venho esclarecer o seguinte: na noite de ontem, após chegar da Igreja tive uma discussão com minha então companheira de 3 anos, Elizabeth, e resolvi encerrar o relacionamento, saindo de casa após ser agredido verbalmente pela mesma. Essas discussões vêm há algum tempo ocorrendo e eu sempre alertando a mesma para que encontrasse um ponto de equilíbrio. Infelizmente, domingo à noite encerrei a relação. Ao sair de casa deixei claro que aquela era nossa última vez juntos e que hoje (segunda, dia 24) meu advogado iria contatá-la para que na terça fossem tomadas as medidas jurídicas. Para encerrar que deixar claro o meu total apoio a Lei Maria da Penha. Atitudes iguais as que estou passando servem como desserviço a todas mulheres que sofrem violência doméstica e familiar. Assim foi que aconteceu os fatos. Quem me conhece sabe quem eu sou. Tenho duas ex mulheres e uma filha. Atenciosamente, Marco Aurélio - DEP ESTADUAL".

Do Diario de Pernambuco

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉDICOS CUBANOS GANHAM DESPEDIDA, NA SEDE DA UESCC, EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE