MINISTRO DA EDUCAÇÃO JUSTIFICA NOTA BAIXA NA FACULDADE AO MOSTRAR CICATRIZ EM VÍDEO

ÉPOCA falou com o orientador da dissertação de mestrado do ministro: 'Extremamente competente e dedicado nos trabalhos que desenvolve'

Karla Gamba e Bárbara Libório
Época

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, concede a sua primeira coletiva 
Foto: Jorge William / Agência O Globo

Em um vídeo postado em seu perfil no Twitter, na tarde desta sexta-feira, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, tirou parte de sua camisa para mostrar uma cicatriz que tem no ombro e justificar aos seguidores porque havia tirado notas baixas nos primeiros semestres da faculdade.

Circulou na internet um boletim de Weintraub com notas dele no início da faculdade. Ele confirmou a veracidade do documento. O ministrou cursou Economia na Universidade de São Paulo (USP) e disse que o início de sua graduação foi um "inferno".

"Tá circulando na internet meu boletim do primeiro ano e meio na faculdade, os primeiros três semestres da USP. Eu era muito jovem, entrei na USP com 17 anos e esse primeiro ano e meio meu foi um inferno. Como esse boletim foi obtido é ilegal, não tinha acesso, mas ele não é Fake News, é verdade", afirmou o Weintraub no vídeo.

Para justificar as notas baixas, o ministro da Educação disse que naquele período os pais haviam se separado, ele teve depressão e sofreu um acidente. Emocionado, Weintraub tirou parte da camisa e mostrou uma cicatriz no ombro, que, de acordo com ele, o prejudicou, pois teria ficado meses sem poder escrever e somente um professor permitiu que ele fizesse avaliação oral.

"Esse primeiro ano e meio, meus pais se separaram, teve o plano Collor, minha família desmanchou, eu tive depressão e eu sofri um acidente horroroso que eu tive que colocar parafuso no braço. Fiquei seis meses sem poder escrever e só teve um professor que me deixou fazer prova oral. Está aqui a cicatriz, 15 centímetros", justificou o ministro. 

'COMPETENTE E DEDICADO'

ÉPOCA falou com Arthur Rodolfo Neto, o orientador da dissertação de Mestrado de Weintraub na Fundação Getúlio Vargas, em 2013, e perguntou-lhe como o ministro foi como aluno. "Durante mais de um ano de convivência na orientação, constatei que ele é extremamente competente e dedicado nos trabalhos que desenvolve. Cuidadoso, sempre buscando perfeição", afirma.

Pessoalmente, Neto destacou que Weintraub é "muito educado e formal". "Até hoje me trata como professor e senhor, apesar de eu ter lhe dado liberdade para ser informal comigo. É um homem extremamente educado e afável", conta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara