Marcelo Gomes defende transferência da Feira da Sulanca

O assunto principal da sessão desta terça-feira, 07, da Câmara de Vereadores de Caruaru foi o incêndio que destruiu cerca de 50 bancos da Feira da Sulanca. Durante pronunciamento, o vereador Marcelo Gomes (PSB) se solidarizou com os sulanqueiros, relembrou que esteve no local há cerca de dois meses com os vereadores de oposição e viu de perto a angústia dos sulanqueiros que pediam uma melhor infraestrutura para comercialização. “Cheguei a propor um plebiscito para que a população pudesse decidir se a Sulanca deveria ficar onde está ou ser transferida para o terreno doado pelo Estado ao município”, relembrou.

Ainda durante o discurso, Marcelo defendeu o fim do uso eleitoreiro da Feira. “Toda eleição para prefeito é a mesma ladainha. A atual prefeita, na campanha, disse que ia transferir os sulanqueiros gratuitamente para que não poderia pagar e, até agora, nada. Do jeito que está não é possível continuar”.

O vereador defendeu a transferência e destacou o papel decisivo do Governo do Estado para viabilizar a mudança ao comprar, por R$ 10 milhões, um terreno às margens da BR-104 e doá-lo à Prefeitura. “É preciso que o terreno seja aproveitado. Se não for usar, a Prefeitura precisa devolver o dinheiro ao Estado porque o terreno só pode ser usado para a Feira da Sulanca”, afirmou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara