Encontro na Câmara de Vereadores começa a definir rumos para reabertura do Matadouro Público

Audiência Pública reuniu trabalhadores, membros do poder público e representantes dos órgãos fiscalizadores


Na manhã desta quinta-feira (02) aconteceu a Audiência Pública para discutir a reabertura do Matadouro Público Municipal de Santa Cruz do Capibaribe. O encontro na Câmara de Vereadores reuniu trabalhadores,  membros do poder público e representantes dos órgãos fiscalizadores com o intuito de encontrar uma solução para que o equipamento seja reaberto o mais breve possível. O Matadouro foi fechado há um mês por determinação judicial.

A audiência foi uma iniciativa do vereador Toinho do Pará.

"Na qualidade de representante do povo, conhecedor da zona rural, sei que os criadores de animais para o abate têm a sua importância econômica e social dentro do nosso município. Não vamos medir esforços para solucionar esse problema para quem cria, produz, vende e vive do comércio da carne. Em conjunto podemos discutir e encontrar uma solução para reabrirmos o Matadouro Público", disse o vereador. 

O relatório da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (ADAGRO) apontou irregularidades como a inexistência de licença ambiental e ausência de sistema de tratamento dos rejeitos. Na reunião, os representantes do órgão destacaram que a ADAGRO estará de portas abertas para ajudar no processo de reabertura, desde que o projeto de readequação seja cumprido contemplando o que está no relatório.

Além de Toinho do Pará, representando o Poder Legislativo Municipal estiveram os vereadores Carlinhos da Cohab, Nailson Ramos, Deomedes Brito, Klemerson Pipoca, Capilé da Palestina, Joab do Oscarzão, Jéssyca Cavalcanti, Irmão Val e o presidente da Câmara, Augusto Maia.

Representando a Prefeitura Municipal, estiveram o vice-prefeito Dida de Nan, o secretário de Saúde, Dr. Nanau e o secretário executivo de Agricultura, Lenildo Araújo.

"Vamos procurar as orientações do CPRH para que a gente possa entrar com o pedido de licença ambiental, adequar as multas e mostrar nossa proposta", relatou Lenildo.

Representando a Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH) esteve presente o engenheiro químico Zanone Ribeiro. A ADAGRO foi representada pelo gerente regional Luís Carlos. 

Após a Audiência Pública, vereadores se reuniram com os representantes da CPRH, ADAGRO e prefeitura para definir os primeiros passos para a elaboração do projeto de readequação do Matadouro Público.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara