Alexandre Lopes é confirmado como novo presidente do Inep

Ele assume no lugar do delegado da Polícia Federal Elmer Vicenzi, que pediu demissão nessa quinta-feira (16/05/2019)

MICHAEL MELO/METRÓPOLES

Metrópoles

Após mais uma baixa, o Ministério da Educação confirmou o nome de Alexandre Ribeiro Pereira Lopes como o novo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ele assume no lugar do delegado da Polícia Federal Elmer Vicenzi, que pediu demissão nessa quinta-feira (16/05/2019).

MAIS SOBRE O ASSUNTO
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) exonerou Elmer Vicenzi, pouco mais de duas semanas após ele tomar posse do cargo. A assessoria de comunicação do Inep não informou o motivo que levou à saída dele.

Vicenzi foi levado para o órgão pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, com a missão principal de realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dentro do cronograma deste ano.

O novo presidente foi secretário de Políticas Públicas do Distrito Federal até dezembro de 2018. Neste ano, ele assumiu o cargo de diretor legislativo da Casa Civil da Presidência da República. Alexandre é analista de Comércio Exterior desde 1999, formado em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em direito pela Universidade de Brasília (UnB).

Sucessivas trocas

O Inep enfrenta sucessivas crises em seu quadro. A mais recente delas foi a demisão de Marcus Vinicius Rodrigues. Segundo o então ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez, a exoneração ocorreu por que ele “puxou o tapete”.

Rodrigues acabou dispensado após suspender, até 2021, a avaliação da alfabetização de crianças. A portaria foi revogada. “O diretor-presidente do Inep puxou o tapete. Ele mudou de forma abrupta o entendimento que já tinha sido feito para a preservação da Base Nacional Curricular e fazer as avaliações de comum acordo com as secretarias de Educação”, explicou, à época.

O Inep é considerado a autarquia mais importante do MEC por ser responsável pelas avaliações, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e por todos os dados da educação brasileira.

Alexandre será o quarto presidente da autarquia em pouco mais de quatro meses da gestão de Bolsonaro. Os primeiros a ocuparem o cardo foi Maria Inês Fini, que ficou catorze dias no posto, e Marcus Vinícius Rodrigues, que dirigia o órgão desde 22 de janeiro. Vicenzi o sucedeu. Em duas oportunidades, a presidência do Inep ficou vaga.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara