Danilo Cabral espera que novo ministro apresente projeto para educação


O deputado federal Danilo Cabral (PSB), membro da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, comentou a esperada substituição do ministro da Educação, anunciada nesta segunda-feira (8) pelo presidente Jair Bolsonaro no Twitter. “Espero que o novo ministro consiga serenar o ambiente da Educação, área que deveria ser estratégica para o governo. Até agora, o que vimos foi uma briga interna por cargos entre militares, evangélicos e olavistas”, afirmou.

Segundo o parlamentar, o ministro já vai tarde. “Infelizmente, o ministro não seguiu nosso conselho, ele se mostrou com apego ao cargo, indigno da função que ele ocupava”, disse Danilo Cabral. Durante audiência com o ministro Ricardo Vélez Rodríguez na Comissão de Educação, realizada no dia 27 de março, o deputado pediu que o ministro renunciasse ao cargo pela crise que foi instalada no Ministério da Educação.

“A gestão do MEC, nesses primeiros meses do governo, foi uma tragédia. Não houve a divulgação de um projeto para o país e é urgente fazermos os investimentos necessários para a área. Torcemos para que não seja apenas uma troca de nomes, mas que agora o governo, finalmente, consiga dizer a que veio na educação, que seja prioridade para o país ”, acrescentou Danilo Cabral.

O novo ministro da pasta, Abraham Weintraub é economista, fez parte da equipe de transição do governo e era secretário-executivo da Casa Civil. “Ao que se sabe, ele não tem nenhuma ligação ou estudos na área de educação. Mas esperamos, sinceramente, que seja um bom gestor, o que já um avanço diante do que vivenciamos nesse período, e que nos surpreenda positivamente”, destacou Danilo Cabral.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Imagens fortes. Jovem espanca e mata amante do pai no meio da rua