Embaixada dos Estados Unidos em Brasília deve quase R$ 135 milhões à Previdência

Valores arrecadados por meio desses tributos vão para o orçamento da Seguridade Social, que abrange a Previdência, a saúde e a assistência social


Segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), a Embaixada dos Estados Unidos em Brasília deve à Previdência R$ 134 milhões. No total, as empresas inscritas na Dívida Pública da União (DPU) ultrapassam os R$ 450 bilhões. A lista conta desde empresas já falidas até a organizações em plena atividade comercial.

O valor preciso da dívida da Embaixada com a Fazenda é de R$ 134.810.948,99.

Os valores arrecadados por meio desses tributos vão para o orçamento da Seguridade Social, que abrange a Previdência, a saúde e a assistência social. Esses recursos ajudam a financiar programas como seguro-desemprego, abono salarial e o Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesta quarta (13/03), a Câmara instalou a comissão que vai iniciar o debate para mudar regras de acesso à aposentadoria sem que haja, até o momento, iniciativa para cobrar os grandes devedores da Previdência.

A Lista de Devedores, regulamentada pelas Portarias PGFN nº 721, de 11 de outubro de 2012, apresenta a relação das pessoas físicas ou jurídicas que possuem débitos com a Fazenda Nacional e têm o FGTS inscritos em dívida ativa, na condição de devedor principal, corresponsável ou solidário. 

Procurada pelo blog, a embaixada não se pronunciou até o fechamento da matéria.

Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Sede da Embaixada dos EUA em Brasília; dívida chega a quase R$ 135 milhões

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara