Embaixada dos Estados Unidos em Brasília deve quase R$ 135 milhões à Previdência

Valores arrecadados por meio desses tributos vão para o orçamento da Seguridade Social, que abrange a Previdência, a saúde e a assistência social


Segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), a Embaixada dos Estados Unidos em Brasília deve à Previdência R$ 134 milhões. No total, as empresas inscritas na Dívida Pública da União (DPU) ultrapassam os R$ 450 bilhões. A lista conta desde empresas já falidas até a organizações em plena atividade comercial.

O valor preciso da dívida da Embaixada com a Fazenda é de R$ 134.810.948,99.

Os valores arrecadados por meio desses tributos vão para o orçamento da Seguridade Social, que abrange a Previdência, a saúde e a assistência social. Esses recursos ajudam a financiar programas como seguro-desemprego, abono salarial e o Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesta quarta (13/03), a Câmara instalou a comissão que vai iniciar o debate para mudar regras de acesso à aposentadoria sem que haja, até o momento, iniciativa para cobrar os grandes devedores da Previdência.

A Lista de Devedores, regulamentada pelas Portarias PGFN nº 721, de 11 de outubro de 2012, apresenta a relação das pessoas físicas ou jurídicas que possuem débitos com a Fazenda Nacional e têm o FGTS inscritos em dívida ativa, na condição de devedor principal, corresponsável ou solidário. 

Procurada pelo blog, a embaixada não se pronunciou até o fechamento da matéria.

Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Sede da Embaixada dos EUA em Brasília; dívida chega a quase R$ 135 milhões

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara