CNBB lança Campanha da Fraternidade e toca no tema das políticas públicas

Segundo a CNBB, o texto-base da CF chama a atenção para o fato de que falar de "Políticas Públicas" não é falar de "política" ou de "eleições", mas significa se referir a um conjunto de ações a serem implementadas pelos gestores públicos


Na abertura do evento, o bispo auxiliar e secretário-geral, Dom Leonardo Steiner, 
leu a mensagem enviada pelo Papa Francisco para a campanha no Brasil
(foto: CNBB/Divulgação)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou oficialmente a Campanha da Fraternidade (CF) nesta Quarta-feira de Cinzas (6/3). Com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça - (Is 1,27)", a campanha chama atenção dos cristãos para ações e programas que devem garantir os direitos humanos. O evento contou com a participação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Segundo a CNBB, o texto-base da CF chama a atenção para o fato de que falar de “Políticas Públicas” não é falar de “política” ou de “eleições”, mas significa se referir a um conjunto de ações a serem implementadas pelos gestores públicos. O bispo auxiliar e secretário-geral, Dom Leonardo Steiner, leu a mensagem enviada pelo Papa Francisco para a campanha no Brasil.

“Todas as pessoas e instituições devem se sentir protagonistas das iniciativas e ações que promovam o conjunto das condições de vida social que permitem aos indivíduos, famílias e associações alcançar mais plena e facilmente a própria perfeição”, diz a mensagem vinda do Vaticano.

O tema da campanha foi escolhido há mais de dois anos, entre 80 sugestões. “Sabemos que as políticas são responsabilidade de Estado e governos”, ressaltou. “Queremos dar nossa contribuição com a nossa reflexão. A sociedade brasileira está necessitada de diálogo e de paz”, disse Dom Leonardo Steiner.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abre oficialmente na quarta-feira de cinzas, 6/3, a Campanha da Fraternidade (CF) 2019 com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27). O lançamento acontecerá na sede provisória da entidade em Brasília (DF).

Todos os anos, a CNBB apresenta a CF como caminho de conversão quaresmal. "É uma atividade ampla de evangelização que pretende ajudar os cristãos e pessoas de boa vontade a vivenciarem a fraternidade em compromissos concretos, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de temas específicos", informa a conferência.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara