Ou governo desce do palanque ou vamos fazer oposição no nível deles, diz Humberto

Do Blog de Jamildo

Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Ausente na posse do presidente Jair Bolsonaro (PSL) como a oposição, o senador Humberto Costa (PT-PE), líder da bancada no Senado, acusou Bolsonaro nesta terça-feira (1º) de aprofundar conflitos.

“Nós não fomos à posse porque, desde que ganhou, Bolsonaro, ao invés de lançar um pedido de conciliação e superar conflitos, só tem feito aprofundar”, afirmou o petista.

“Era importante deixar marcada essa nossa posição. Ou o governo desce do palanque e discute com a sociedade como um todo ou vamos ter que fazer oposição no nível que eles atuarem em relação a nós e ao povo brasileiro”.

“Nós vamos fazer uma oposição sem adjetivos, oposição. Naturalmente em qualquer situação que tenha questões boas para o País terá nosso apoio, mas, que tenhamos hoje interseção política com o projeto de Bolsonaro, isso não ocorre”, disse ainda.


“Fez uma afirmação política muito forte do que Pernambuco sempre foi e é um Estado comprometido com a liberdade, a democracia. Vai apoiar aquilo que seja do interesse de Pernambuco e do Brasil, mas que vai resistir a qualquer tentativa de prejudicar Pernambuco ou o Nordeste ou prejudicar esses princípios democráticos”.

O PT elegeu 56 deputados federais e é o maior partido na Câmara. Para evitar a hegemonia do partido, PSB, PDT e PCdoB se reuniram em um bloco de oposição, sem os petistas. 

O PSB elegeu 32 parlamentares, o PDT terá 28 e o PCdoB, que não conseguiu ultrapassar a cláusula de barreira, nove.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara