Postagens

Mostrando postagens de Outubro 19, 2018

Paulo Câmara: Não vamos desistir do Brasil e mostraremos essa resistência em Pernambuco

Imagem
Na tarde desta sexta-feira, o líder socialista reuniu prefeitos, ex-prefeitos e lideranças políticas para reafirmar o compromisso com Fernando Haddad no segundo turno
Reeleito no primeiro turno em Pernambuco, o governador Paulo Câmara (PSB) reuniu, na tarde desta sexta-feira (19), um grande conjunto de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, deputados e lideranças políticas pernambucanas para reafirmar o apoio ao presidenciável Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições 2018. Cerca de mil líderes de todas as regiões do Estado lotaram o Centro de Convenções do Hotel Canariu’s, em Gravatá, no Agreste, para confirmar que estão ao lado de Paulo e Haddad para garantir dias melhores no Brasil. Durante o encontro, Paulo fez um agradecimento às lideranças pelo apoio dado no primeiro turno em Pernambuco e pediu que a mobilização se repita na campanha de Haddad, sobretudo nesta reta final que antecede o pleito. “O desafio que nós temos até dia 27 é importante e necessário. O Brasil já está d…

Pesquisa CUT/Vox Populi traz Bolsonaro com 53% e Haddad com 47%

Imagem
Levantamento foi feito antes da divulgação de denúncia de caixa 2 na campanha de Bolsonaro, com distribuição de "fake news" executada e custeada ilegalmente por empresários
por Redação RBA publicado
RICARDO STUCKERT/JORGE HELY/FRAMEPHOTO/FOLHAPRESS
São Paulo – A diferença entre o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, e o candidato do PT, Fernando Haddad, está em 6 pontos percentuais. De acordo com pesquisa feita pelo instituto Vox Populi, Bolsonaro está com 53% dos votos válidos e Haddad, com 47%. O levantamento foi feito na terça-feira e quarta-feira, antes, portanto, da publicação das denúncias envolvendo a prática de crime eleitoral da campanha de Bolsonaro, por meio do financiamento empresarial da distribuição em massa de fake news via listas de WhatsApp.
Leia também: Pesquisa CUT/Vox Populi: Haddad lidera entre mulheres e mais pobres No voto estimulado, Haddad lidera na região Nordeste, vencendo Bolsonaro por 57% a 27%. Nas demais regiões, o presiden…

TSE abre investigação sobre Bolsonaro e compra de mensagens anti-PT

Imagem
Ao atender a pedido do PT, corregedor Jorge Mussi mandou notificar o candidato do PSL e deu prazo para que ele se manifeste
Reynaldo Turollo Jr. Letícia Casado FOLHA DE SÃO PAULO
O corregedor do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Jorge Mussi, decidiu na noite desta sexta-feira (19) abrir ação para investigar a compra de disparos em massa de mensagens anti-PT pelo WhatsApp.
Jair Bolsonaro (PSL) durante visita a Polícia Federal no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (17) Carl de Souza/AFP
No entanto, o ministro negou o pedido de medidas cautelares feito pelos advogados do PT, que queriam que houvesse busca e apreensão de imediato, e deixou de analisar o pedido de quebra de sigilo das empresas suspeitas.
Mussi mandou notificar Bolsonaro e abrir prazo de cinco dias para que ele se manifeste. 
Reportagem publicada pela Folha nesta quinta-feira (18) mostrou que empresas bancaram uma campanha de mensagens anti-PT com pacotes de disparos em massa.
Também nesta sexta, o WhatsApp enviou…

Processo contra Bolsonaro tem relator definido no TSE

Imagem
Pedido de investigação de Haddad quer que adversário seja considerado inelegível por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação
da VEJA
Campanha do PT diz que Jair Bolsonaro se beneficia de fake news  (Fernando Frazão/Agência Brasil)
A ação movida pela coligação de Fernando Haddad (PT) para que o Tribunal Superior Eleitoral investigue a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) foi distribuída na corte e terá como relator o ministro Jorge Mussi, corregedor-geral eleitoral. O processo está baseado em uma reportagem da Folha de S.Paulo segundo a qual empresas pagaram, em contratos que chegariam a 12 milhões de reais, pelo envio em massa de conteúdos contra o petista no WhatsApp.
A campanha petista pede que, ao final das investigações, a ação seja julgada procedente para que Bolsonaro seja considerado inelegível por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação. A ação do PT aponta haver no caso práticas vedadas pela Lei Eleitoral, como doação de pessoa jur…

PF prende políticos e empresários suspeitos de fraude na previdência do Cabo de Santo Agostinho

Imagem
Agentes da Polícia Federal cumprem 64 ordens judiciais em seis estados e no Distrito federal -  Foto: EBCCRIME CONTRA A PREVICÊNCIA
Rádio Jornal
Advogados, líderes, religiosos, lobistas e funcionários da prefeitura do Cabo de Santo de Santo Agostinho também são alvos da ação. Ao todo, 220 agentes da PF cumprem 64 ordens judiciais em seis estados e no Distrito federal
A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou, na manhã desta sexta-feira (19), a Operação Abismo. O objetivo é reprimir e desarticular um esquema de fraudes no instituto de previdência dos servidores do Cabo de Santo Agostinho. O prefeito da cidade, Lula Cabral (PP) teria sido preso na operação. A Rádio Jornal entrou em contato com a assessoria do prefeito e do partido, mas, até agora, não recebeu resposta.
Ao todo, 220 policiais federais estão cumprindo 64 ordens judiciais, sendo 42 mandados de busca e apreensão, dez mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária, nos estados de Pernambuco, São Paulo, Rio de…