Bolsonaro anuncia Ricardo Salles para o Ministério do Meio Ambiente

Salles foi secretário de Meio Ambiente de São Paulo no governo de Geraldo Alckmin (PSDB) e este ano concorreu a deputado federal pelo Novo, mas não se elegeu

GV Gabriela Vinhal
Correio Braziliense

O advogado Ricardo Salles, ex-secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo
(foto: Pedro Calado/Secretaria do Meio Ambiente)

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou neste domingo (9/12) o advogado e administrador Ricardo de Aquino Salles para o Ministério do Meio Ambiente. Salles foi o último ministro escolhido por Bolsonaro e vai ocupar o 22 Ministério do futuro governo. 

O futuro chefe da pasta trabalhou como secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, de 2016 a 2017, e secretário particular do ex-governador e presidenciável derrotado nestas eleições, Geraldo Alckmin (PSDB). Atualmente, Salles preside o movimento Endireita Brasil.

Bolsonaro, que estudava fundir o Ministério da Agricultura com o Ministério do Meio Ambiente, decidiu manter as independências das pastas após repercussão negativa com a medida. Durante a campanha, O presidente eleito afirmou que enxugaria a máquina pública para apenas 15 — hoje em dia são 29.
Comunico a indicação do Sr. Ricardo de Aquino Salles para estar à frente do futuro Ministério do Meio Ambiente.
1.738 pessoas estão falando sobre isso

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO