Joaquim Levy aceita convite para presidir o BNDES

Informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes


Levy foi ministro da Fazenda durante o governo Dilma
Wilson Dias/Agência Brasil - 19.01.2015

O economista e ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy aceitou o convite e será indicado para presidir o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

A informação foi confirmada na tarde desta segunda-feira (12) pela assessoria do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

"Com extensa experiência em gestão pública, PhD em economia pela Universidade de Chicago, Joaquim Levy deixa a diretoria financeira do Banco Mundial para integrar a equipe econômica do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro", diz a nota.

A informação de que Levy seria indicado para a presidência do BNDES foi antecipada no domingo pela colunista Sônia Racy, que informou que o ex-ministro da Fazenda do governo Dilma Rousseff já estaria esvaziando suas gavetas na sede do Banco Mundial para se mudar para o Rio de Janeiro e substituir Dyogo Oliveira no comando do banco de fomento.

Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO