COM JUSTIÇA ACOVARDADA, BOLSONARO FALA EM BANIR OPOSITORES


Para o jornalista Leonardo Sakamoto, o mais recente discurso de Jair Bolsonaro, onde prometeu banir rivais e opositores foram feitas após a repercussão de um vídeo em que Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidenciável, afirmou que ''para fechar o STF basta um cabo e um soldado''; "A falta de uma resposta forte da Justiça, que estivesse à altura da infeliz declaração de Eduardo Bolsonaro, até o final da tarde de domingo, deve ter sido vista pelo presidenciável do PSL como uma demonstração de fraqueza e, com todo o respeito, covardia do STF"

247 - Para o jornalista Leonardo Sakamoto, o mais recente discurso de Jair Bolsonaro, realizado neste domingo (21), por meio de um telão na Av. Paulista, onde prometeu "uma limpeza nunca vista na história desse Brasil'' após eleito. ''Vamos varrer do mapa esses bandidos vermelhos do Brasil'' e falou em banir opositores - ''Essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós. Ou vão para fora ou vão para a cadeia. Esses marginais vermelhos serão banidos de nossa pátria – comprova que uma eventual vitória do candidato de extrema direita no próximo domingo (28), "abrirá a temporada de caça a adversários políticos e ideológicos e ao jornalismo crítico e investigativo no país".

Ele diz que não manda ninguém a cometer crime algum. Mas é a sobreposição de seus discursos ao longo do tempo que distorce o mundo e torna a agressão banal "necessária'' para tirar o país do caos e extirpar o ''mal''. Acaba por alimentar a intolerância, consumida por fãs malucos ou seguidores inconsequentes que fazem o serviço sujo para a alegria de seu comandante", observa Sakamoto.

Sakamoto observa que "as declarações foram dadas após a repercussão de um vídeo em que Eduardo Bolsonaro (PSL), deputado federal mais votado nestas eleições e filho do presidenciável, afirmou que ''para fechar o STF basta um cabo e um soldado'' e que "a falta de uma resposta forte da Justiça, que estivesse à altura da infeliz declaração de Eduardo Bolsonaro, até o final da tarde de domingo, deve ter sido vista pelo presidenciável do PSL como uma demonstração de fraqueza e, com todo o respeito, covardia do STF".

Leia a íntegra no Blog do Sakamoto.

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO