PT divulga vídeo de Lula vetado pelo TSE no horário eleitoral. Veja

Congresso em Foco


O PT divulgou na internet um vídeo de 2 minutos e 23 segundos que seria utilizado na estreia da campanha eleitoral do partido à Presidência da República. Tratado ainda como candidato a presidente – condição que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lhe negou em julgamento concluído nesta madrugada (1º) – Lula é o tema central da peça.

Sua imagem, no entanto, é retratada pelo pescador Toinho Silveira, morador de São Miguel do Tapuio (PI), eleitor do petista e beneficiário dos programas sociais implantados nos governos do PT. No vídeo, Toinho critica a condenação de Lula na Operação Lava Jato e compara sua vida antes e depois de Lula. “Um dia a gente estava ali no bar conversando que se fosse para cada um tirar um dia, um mês no lugar do Lula [na prisão] todo mundo ia”, diz o pescador. “Peço a Deus todo dia que o homem saia daquele negócio ali e venha administrar o nosso Brasil”, emenda. Veja o vídeo:


Lula aparece na parte final do vídeo: “O povo brasileiro precisa sonhar e levantar todo dia para tornar seu sonho realidade. Já fomos o povo mais alegre e otimista do mundo. Juntos seremos capazes de reconstruir este país econômica e politicamente. Já provamos que é possível o Brasil ser melhor." O candidato a vice-presidente, Fernando Haddad, que deve herdar a candidatura de Lula após a decisão do TSE, aparece no encerramento da peça: "Sou Fernando Haddad, vice-presidente de Lula, vamos trazer o Brasil de Lula de volta".

Por 6 votos a 1, o TSE barrou a candidatura de Lula com base na Lei da Ficha Limpa, que veda a candidatura de políticos com condenação criminal em órgão colegiado. No começo do ano, Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Os ministros rejeitaram o pedido da defesa para que o Brasil respeitasse a recomendação do Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) de modo a garantir ao ex-presidente o direito de concorrer nestas eleições. Para a maioria dos magistrados, o país não é obrigado a seguir a posição da ONU nesse caso. O ministro Edson Fachin foi o único a divergir.

Os advogados de Lula vão recorrer da decisão. O partido tem dez dias para indicar o substituto de Lula, determinou ainda o TSE.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gabarito preliminar das provas do Concurso Público da Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe

Carreata da Frente Popular lota as ruas de Santa Cruz do Capibaribe em apoio à campanha de Paulo Câmara