Candidato a deputado pelo PT é baleado pela Guarda Municipal de Curitiba

Dr. Rosinha: "Basta de perseguição. Basta de violência"


Candidato petista diz que estava fazendo panfletagem e levou tiros de balas de borracha à queima roupa e pelas costas

Viomundo – Renato Almeida Freitas Jr., candidato do PT a deputado estadual, foi baleado pela Guarda Municipal de Curitiba por volta de 20h30 deste domingo (9), durante panfletagem na Praça do Gaúcho.

Renato é advogado criminalista e já foi candidato a vereador pelo Psol.

Renato fez uma transmissão ao vivo, quando já estava no camburão. Ele conta que estava fazendo panfletagem quando foi atingido à queima roupa por dois tiros de balas de borracha. Ele foi alvejado nas mãos e nas costas.

“Eu não estava fazendo nada, só estava panfletando”.

No momento, ele está no Hospital Cajuru. 

Nota sobre violência da Guarda Municipal contra candidato do PT 

Nesta noite de domingo (9) o candidato a deputado estadual pelo PT Paraná Renato Almeida Freitas fazia panfletagem no centro de Curitiba e foi agredido pela Guarda Municipal, que o atacou com balas de borracha e o levou preso.

Nenhum motivo para a prisão e nem para a violência policial. Da mesma forma, no dia 7, durante o desfile cívico, Edna Dantas, candidata a deputada estadual pelo PT PR, realizava manifestação em prol da libertação do presidente Lula junto a outros militantes do partido e foram agredidos e detidos pela Polícia.

Nos dois casos, a única explicação para a perseguição é que ambos são negros, do PT e dos movimentos sociais. O que estamos vendo é uma assustadora onda crescente de violência e perseguição a quem se manifesta e luta a favor dos oprimidos.

Não houve nenhuma preocupação com os ônibus da Caravana do Presidente Lula que foram alvejados, estamos há seis meses sem saber quem matou Marielle e ainda o Judiciário determina que não podemos nos manifestar em apoio Lula.

Estive hoje acompanhando, logo que soube, o desenrolar da prisão arbitrária do Renato. Solicito desde já apuração sobre desvio de função policial em ambos os casos. Estou ao lado da Democracia e portanto lutando contra o estado de exceção que vivemos. Basta de perseguição! Basta de violência! 

Dr. Rosinha
Presidente do PT no Paraná

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO