Evento para comemorar arquivamento de venda da Chesf


Os trabalhadores da Chesf celebraram, com um café da manhã, nesta terça-feira (17), o arquivamento da privatização do Sistema Eletrobrás nesta Legislatura. O evento reuniu funcionários da estatal e lideranças políticas que atuaram contra a venda de ativos do setor elétrico brasileiro.

“Foi um ato de reafirmação da luta contra a privatização do patrimônio público brasileiro, daqueles que acreditam na defesa da democracia, na afirmação da soberania e, sobretudo, na organização da luta do povo”, afirmou o deputado federal Danilo Cabral (PSB), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf, que esteve presente no evento.

Segundo o parlamentar, essa vitória só foi possível graças à unidade construída para barrar o projeto. “Fizemos uma ampla mobilização em defesa do setor energético, fomos a todas as instâncias para evitar a privatização. Foi essa estratégia conjunta que impediu que o governo se desfizesse da Eletrobrás”, disse. Danilo Cabral ressaltou que o governo federal continua tentando se desfazer do patrimônio nacional e citou a Medida Provisória 844, que cria um novo marco legal para o saneamento público brasileiro.


“Da mesma forma que fez com a Eletrobrás, sem diálogo com a sociedade, o governo tenta privatizar as companhias de saneamento. Precisamos nos engajar nessa luta e, por isso, estamos coletando assinaturas dos parlamentares para a criação da Frente em Defesa do Saneamento Público”, comentou Danilo Cabral. O deputado ingressou com uma ação popular contra a MP na justiça federal.

Durante o café da manhã, os sindicalistas agradeceram a atuação dos parlamentares no Congresso Nacional e junto à sociedade civil. Além de Danilo Cabral, estavam presentes a deputada federal Luciana Santos (PCdoB) e os deputados estaduais Lucas Ramos (PSB) e Laura Gomes (PSB).

Foto: Marcus Mendes

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

CARLINHOS DA COHAB: MAIS ÁGUA PARA POÇO FUNDO E APOIO A DIOGO MORAES

PT estadual vota a favor da candidatura de Marília Arraes ao governo

Membros do PSD retornam ao grupo de situação em Santa Cruz do Capibaribe