O Rotary Club Santa Cruz do Capibaribe lançou nesta terça-feira (03) o projeto "Vamos Falar de Ética"


Abordar temas ligados à Ética é o objetivo do projeto. Afinal o que é ser ético? Onde começa a ética? Só existe falta de ética na política?. Todos esses e outros vários questionamentos servirão de pano de fundo para as palestras e eventos programados para uma semana onde ética será o assunto principal.

A programação terá início dia 29 de abril e se estenderá até o dia 04 de maio, onde todos o dias haverá palestras em Escolas, Igrejas, Câmara de Vereadores, Centro Administrativo do Moda Center, Empresas, enfim a sociedade civil organizada estará voltada para o tema e colocará à disposição da população diversos meios para que o debate seja amplificado.

Para tanto o Rotary Club conta com o envolvimento da imprensa local, imprensa regional, CDL, ASCAP, ASCONT, Moda Center, Sindicato dos Professores, Secretaria de Educação, Secretaria de Mobilidade Urbana, OAB Santa Cruz, Associação dos Mototaxistas, Câmara de Vereadores, Igreja Católica e Igreja Adventista do Sétimo Dia.

A partir desta quarta-feira a divulgação será posta em prática e envolverá diversos veículos de comunicação, que se comprometeram em dar a devida evidência ao projeto.

Afinal, O QUE É O ROTARY?

Rotary é uma organização internacional de profissionais e pessoas de negócios, líderes em suas áreas de atuação, que prestam serviços humanitários, fomentam elevado padrão de ética em todas as profissões e ajudam a estabelecer a paz e a boa vontade no mundo. Cerca de 1,2 milhão de rotarianos pertence a mais de 31.000 Rotary Clubs em 166 nações. Rotary é um entidade humanitária apolítica e sem vínculos religiosos, fundada em 1905. O quadro social de todo Rotary Club representa corte transversal da respectiva comunidade. No mundo inteiro, os Rotary Clubs reúnem-se semanalmente, sem vínculos políticos ou religiosos, estando abertos a todas as culturas, raças e credos. A Fundação Rotária do Rotary International é entidade sem fins lucrativos que promove a compreensão mundial por meio de programas internacionais de prestação de serviços humanitários e intercâmbios educacionais e culturais. A Fundação é sustentada somente pelas contribuições espontâneas de rotarianos e daqueles que compartilham o ideal de um mundo melhor. Desde 1947, a Fundação já outorgou mais de US$ 1,1 bilhão para projetos humanitários e educacionais, os quais são implementados e administrados localmente por Rotary Clubs e distritos.

O QUE FAZ UM ROTARY CLUB?

O lema Dar de Si antes de Pensar em Si reflete o principal objetivo do Rotary na comunidade, no local de trabalho e no mundo. Rotarianos desenvolvem projetos comunitários de prestação de serviços com o intuito de aliviar as carências mais graves. Além disso, apóiam a profissionalização; programas para jovens; oportunidades educacionais e intercâmbios no exterior para estudantes, professores e outros profissionais. Algumas das áreas de atuação do Rotary são: - Erradicação da pólio: Em 1985, rotarianos resolveram lutar por um mundo livre da pólio. A campanha pela erradicação dessa doença tornou-se, em um prazo de 20 anos, o maior apoio do setor privado a uma iniciativa global de saúde. - Rotary já doou US$ 500 milhões e incontáveis horas de trabalho voluntário para ajudar na imunização de quase dois bilhões de crianças no mundo. -Atualmente, existem apenas algumas centenas de casos de pólio, o que representa uma redução de 99,8% desde 1988, quando a doença paralisava mais de 350.000 crianças por ano. - Educação internacional: Rotary é a maior fonte de recursos privados a patrocinar bolsas de estudos. A cada ano, cerca de 1.000 universitários recebem bolsas para estudar no exterior. Rotary Clubs promovem também programas de intercâmbio voltados a alunos do segundo grau, enviando ao exterior cerca de 8.000 estudantes por períodos de três meses a um ano. - Paz: Com o objetivo de educar futuros embaixadores e emissários da paz, foram recentemente criados os Centros Rotary de Estudos Internacionais na área de paz e resolução de conflitos em sete universidades de renome. O programa proporciona educação em nível de mestrado na área de resolução de conflitos a setenta bolsistas por ano. - Alfabetização: Rotary Clubs estão engajados internacionalmente na luta contra o analfabetismo.. Destaca-se, como exemplo, um projeto na Tailândia que reduziu consideravelmente o nível de reprovação escolar e foi adotado nacionalmente pelo governo do país.

Postagens mais visitadas deste blog

ZÉ ELIAS CONCEDE ENTREVISTA E FALA SOBRE O MOMENTO DIFÍCIL QUE ESTÁ PASSANDO

EDILSON TAVARES, UM OUTSIDER QUE DEU CERTO